Home » Sem categoria

Category Archives: Sem categoria




 

Setor de Animais Silvestres do Hospital Veterinário da UFPA lança campanha para proteção da coruja Suindara

Neste 16 de novembro comemorou-se o Dia Mundial da Falcoaria, arte milenar de treinamento de aves de rapina para a caça, considerada pela UNESCO como Patrimônio imaterial da humanidade. Desde o final de 2014, o Hospital Veterinário – Setor de Animais Silvestres da UFPA (HVSAS) utiliza técnicas de falcoaria na reabilitação de rapinantes, o que tem elevado consideravelmente o bem-estar das aves internadas e possibilitado o seu treinamento para retorno à natureza.

De acordo com a Médica Veterinária Cinthia Távora, inúmeros são os ataques a essas aves. “O último animal machucado que recebemos foi uma coruja Suindara, popularmente conhecida como “rasga mortalha”. Ela chegou ao hospital com histórico de ter sido encontrada dentro de um saco de lixo. Apesar de ainda estar viva, possuía sérias fraturas, por isso não resistiu e morreu no dia seguinte.”

Para proteger esses animais das agressões que vêm sofrendo, os médicos do HSVAS decidiram lançar a campanha #protejaasuindara como parte, também, de Projeto de Extensão Muiraquitã para Educação Ambiental. “Ao contrário do que se difunde, a coruja ‘rasga mortalha’ não traz mau agouro. Ela colabora de forma fundamental para o controle biológico de roedores urbanos como ratos e catitas. Estudiosos no assunto estimam que, para um período de um ano,  um casal de suindaras consuma entre 1720 e 3700 ratos, e entre 2660 e 5800 insetos (basicamente besouros, esperanças e grilos). Esse animal é mesmo admirável! Vamos protegê-lo!”, destaca  Cinthia Távora, responsável pelo Setor de Animais Silvestres do Hospital Veterinário da UFPA/Castanhal.

Imagem: Divulgação

IV Fórum de Formação de Professores de Ciências será em dezembro

O Grupo de Estudo, Pesquisa e Extensão FormAÇÃO de Professores de Ciências vai realizar o seu IV Fórum, entre os dias 05 e 07 de dezembro.  O evento é voltado a professores de Ciências, Biologia, Química, Física, Matemática, Língua Portuguesa, Pedagogia, assim como alunos de todas as licenciaturas.

Para o professor João Malheiro, coordenador do Fórum, a programação tem o objetivo de socializar com a comunidade as temáticas que foram discutidas no Grupo de Estudo. “Em especial, damos ênfase a temáticas que envolvam os processos de formação inicial e continuada de professores, bem como questões relacionadas com metodologias de ensino e de aprendizagem em educação”, ressalta o professor.

Durante o IV Fórum serão debatidos temas como: “Educação científica na perspectiva de letramento como prática social”, “O uso de tecnologias de matemática: Justificativas e possibilidades” e “Estratégias de ensino e aprendizagem: O que funciona e por que nas metodologias ativas”.

Os participantes que comparecerem aos 3 dias de evento receberão certificado de 9 horas.

Para mais informações sobre a programação, clique aqui.

Inscrições:

Inscrições no evento – Doação de um brinquedo para as crianças do Clube de Ciências da UFPA/Castanhal. Serão realizadas a partir das 17h no Auditório Central-UFPA/Castanhal.

Texto: Igor Moura – Ascom UFPA/Castanhal

 

Coleção sobre a história da borracha será lançada em Belém e tem participação de professor do Campus Castanhal

“Encauchados” é nome da Coleção de livros que será lançada pelos Professores Assunção José Pureza Amaral (UFPA/Castanhal), Francisco Samonek, Regis Paiva e Zélia Damasceno, em evento organizado pelo Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (UFPA/Belém), no dia 27 de novembro de 2017.

A Coleção está vinculada aos Encauchados de Vegetais da Amazônia do Polo de Proteção da Biodiversidade e Uso Sustentável dos Recursos Naturais – POLOPROBIO, em parceria com a Universidade Federal do Pará.

O esforço é resultado de mais de uma década de trabalho no intuito de construir a sustentabilidade na complexa Amazônia, em diálogo com povos tradicionais: indígenas, quilombolas, ribeirinhos, seringueiros, dentre outros.

A coleção “Encauchados” é composta por três livros: “Encauchados 20 anos – Do Acre para o Mundo”, “Encauchados na visão da Academia” e “Encauchados: Produção Científica e Tecnológica Educacional”.

As 435 páginas da Coleção circulam pela história da borracha, suas instituições desenvolvimentistas, a utilização indígena, a crise, a extensão comunitária, além de discussões nas áreas de Química, Engenharia, Tecnologias, Ciências Sociais e Educação.

Látex, seringa, goma elástica, borracha, conhecimento científico articulado ao saber tradicional, desenvolvimento regional, promoção da equidade social, relações de gênero e empoderamento são apresentados na Coleção que, além de trazer projetos, patentes, premiações, relatos de experiências, reúne dezenas de artigos sobre os Encauchados, resultados de Monografias, Dissertações e Tese de Doutorado.

A Coleção Encauchados é prefaciada pelo prof. Dr. Jacó César Piccoli, do Centro de Arqueologia e Antropologia Indígena da Amazônia Ocidental – UFAC/CAAINAM; pelo prof. Dr. Fábio Carlos da Silva, do NAEA-UFPA; e pelo Dr. Leonardo Milanez de Lima Leandro.

Serviço:
Lançamento da Coleção “Encauchados”
Data: 27/12/2017
Horário: 18h30
Local: Centro de Convenções Benedito Nunes – UFPA
Av. Perimetral nº 01, Campus Guamá, Belém-Pa

Texto e foto: Divulgação

Faculdade de Matemática promove workshop de materiais manipuláveis

Você já fez alguma figura com origami (dobra de papel)?  Já brincou de dama ou xadrez? Esses são alguns exemplos de jogos em que a Matemática esta inserida. Quer saber mais sobre como esse tipo de material pode influenciar no ensino da Matemática?

No dia 23 de novembro, na UFPA Campus Castanhal, será realizado o “WORKSHOP DE MATERIAIS MANIPULÁVEIS: mediadores de significados matemáticos”, que tem como o objetivo promover conhecimentos, por meio de demonstração, orientação e interação de materiais manipuláveis, na tentativa de tornar a aprendizagem dos conteúdos matemáticos mais significativos e as aulas mais prazerosas.

O evento é organizado pelos estudantes da turma de Matemática 2015 (manhã), sob a coordenação da professora Paula Ledoux.

Podem participar do workshop, estudantes dos cursos de Licenciatura, professores da Educação Básica e estudantes do Ensino Médio interessados na temática proposta.

A programação contará com palestras, plenárias, exposição de materiais manipuláveis, e o encerramento com apresentação cultural. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas no dia evento. Os participantes receberão certificado.

Para conferir a programação completa, clique aqui.

Serviço:
WORKSHOP DE MATERIAIS MANIPULÁVEIS
Data: 23/11/2017
Local: Auditório Central do Campus Universitário de Castanhal
Horário: das 8  às  18h

Texto: Ígor Moura e Adrielle Veras

Programa de Pós-Graduação em Saúde Animal na Amazônia divulga edital de seleção para Mestrado

De 20 de novembro a 04 de dezembro de 2017 estarão abertas as inscrições para a seleção de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Saúde Animal na Amazônia do Campus da UFPA em Castanhal. No total, são 19 vagas, distribuídas entre os orientadores do curso.

Os interessados devem realizar a inscrição exclusivamente pela internet, no endereço http://www.ppgsaam.propesp.ufpa.br, anexando os seguintes documentos em formato PDF: Diploma de Graduação ou documento que comprove que o candidato está em condições de concluir a graduação antes do período de matrícula na pós-graduação; carteira de Identidade e CPF; Carta de aceite do provável orientador (disponível no anexo II do Edital).

O processo de seleção compreenderá prova escrita, a ser realizada no dia 22 de janeiro de 2018 e análise do currículo. Os candidatos selecionados para o curso deverão realizar a matrícula no período de 02 a 07 de março de 2018.

Para consultar as áreas temáticas e os orientadores disponíveis, para saber quais os conteúdos da prova escrita e para outras informações sobre o processo seletivo, consulte o Edital.

 

Processo Seletivo Especial da UFPA oferta vagas em cursos de graduação para candidatos indígenas e quilombolas

Continuam abertas as inscrições, até o dia 16 de novembro, para o Processo Seletivo Especial da UFPA (PSE 2018), que oferta duas vagas em cada curso de graduação presencial para candidatos Indígenas e Quilombolas, que não possuam curso superior concluído ou em andamento e que se encontrem em condições de vulnerabilidade.

De acordo com o edital, para a inscrição no PSE 2018-1, o candidato deverá comprovar seu pertencimento étnico na condição de indígena ou quilombola, sendo residente ou não em comunidade indígena (aldeia) ou comunidade quilombola (quilombo).

Etapas para inscrição – os interessados em participar do PSE 2018 devem cadastrar-se no link “Inscrição/Acompanhamento”, disponível na página do Centro de Processos Seletivos da UFPA. Após o cadastro e a solicitação de inscrição, na qual o candidato pode escolher duas opções de curso, deverá ser gerado o boleto bancário, que apresentará valor zero, o qual é o documento comprobatório da inscrição no PSE 2018.

Etapas da Seleção – A seleção para o PSE 2018 compreende prova de redação em Língua Portuguesa, que será realizada no dia 14 de janeiro de 2018 e entrevista, com análise do Histórico Escolar do Ensino Médio ou declaração de conclusão do Ensino Médio, devidamente acompanhada do Boletim com as notas em cada disciplina e da Declaração de Pertencimento.

Para mais informações, clique aqui e consulte o Edital do PSE 2018 e suas retificações.

Imagem: Divulgação Google

V Jornada de Inclusão Digital da Faculdade de Computação abrirá inscrições no dia 27

Com o tema Tecnologias e Segurança da Informação, a Faculdade de Computação (FACOMP) do Campus Castanhal vai realizar, entre os dias 22 e 23 de novembro, a V Jornada de Inclusão Digital (JID).

Entre os objetivos do evento estão a promoção do debate sobre tecnologia e segurança da informação;  a divulgação da produção científica realizada pelos alunos da FACOMP; a troca de experiências com as instituições de ensino da região que possuem cursos tecnológicos; o estímulo ao diálogo entre os diversos setores da sociedade impactados pela Segurança da Informação; a ampliação e a formação networking nos temas debatidos.

A V JID conta, este ano, com a I edição do Arduíno Tech  FACOMP Castanhal. Este evento é promovido pelos estudantes de Engenharia de Computação da Faculdade e visa estimular a troca de experiências em desenvolvimentos de soluções com arduíno, hardware livre e sistemas embarcados.

A V JID contará com comunicações orais, palestras, relatos de experiências e oficinas de caráter teórico-prático. As inscrições para submissão de trabalhos e para ouvintes serão abertas no dia 27 de outubro.

Serviço:
V Jornada de Inclusão Digital e I Edição do Arduíno Tech  FACOMP Castanhal
Data: 22 e 23 de novembro de 2017
Local: Universidade Federal do Pará – Campus Universitário de Castanhal
Período de inscrições no evento: 27/10 a 10/11/2017 – http://jidufpacastanhal.com.br/
Informações: jidufpacastanhal@gmail.com / arduinotechcastanhal@gmail.com
Consulte o edital aqui.

Texto: Divulgação

Final feliz para ave migratória atendida no Hospital Veterinário da UFPA

No dia 25 de setembro de 2017, deu entrada, no Hospital Veterinário – Setor de Animais Silvestres – (HVSAS) da UFPA, Campus Castanhal, uma ave migratória com anilha de identificação oriunda de Washington, Estados Unidos. O pássaro foi encontrado por crianças em Marinteua – Praia da Romana – Curuçá-PA, local situado a uma hora e meia do município de Abade/Curuçá-PA. A distância percorrida pela ave, desde o local onde foi anilhada (Lido Beach, Nova Iorque, EUA) até a praia paraense, foi de 5.253 km.

As crianças relataram que viram a ave tentar levantar voo sem sucesso por algumas vezes e, como recordaram as palavras de sua professora que dissera ser importante cuidar dos animais, pediram ajuda para um colega recolher o animalzinho e imediatamente o levaram para os pais.

A senhora Francilene, mãe de uma das crianças, relatou que, após verificarem a anilha, entraram em contato com representante do ICMBio local para pedir ajuda. A equipe do Hospital Veterinário foi então acionada pelo IBAMA, órgão que posteriormente emitiu documento autorizando a equipe de veterinários do HVSAS a soltarem o espécime na localidade onde fora encontrado.

A ave chegou ao hospital fraca e desidratada. Foi realizado exame radiográfico e não foram constatadas fraturas. Finalizado o tratamento e, após muito esforço para organização da logística necessária para retornar a ave à natureza, a equipe conseguiu apoio da colônia de pescadores de Curuçá, por meio do seu presidente o sr. Júnior Costa e da sra. Francilene Neves, que foi quem transportou a ave de Curuçá para receber atendimento no HVSAS.

Com a autorização do IBAMA, a ave foi transportada à praia da Romana no último sábado (21/10) e foi solta às 7h da manhã de domingo (22/10) pelas médicas veterinárias do HVSAS Cinthia Távora A. Lopes, Profa. Sheyla F. S. Domingues e pela residente Luana Ruivo.

A operação foi possível devido à dedicação e cooperação de toda a equipe que atua no setor de animais silvestres, à direção do HV UFPA, ao IBAMA que emitiu as devidas autorizações e, sobretudo, à consciência de preservação ambiental das pessoas pertencentes à colônia de pescadores de Curuçá, que não mediram esforços para levar o animal para o atendimento e também colaboraram no seu retorno à natureza.

É importante notar o procedimento correto das pessoas que, ao encontrarem o animal anilhado, entraram em contato com os órgãos ambientais. Nesses casos, é necessária a notificação do número da anilha junto aos pesquisadores que identificaram e anilharam o espécime.

Após a soltura a ave foi acompanhada durante o dia e foi vista sobrevoando a praia demonstrando estar em plena forma novamente!

Texto e fotos: Divulgação HVSAS

Divulgado o edital de seleção da segunda turma do Mestrado em Estudos Antrópicos do Campus de Castanhal

A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Estudos Antrópicos na Amazônia (PPGEAA) divulga errata ao edital de seleção para a segunda turma de Mestrado. Clique aqui para conferir.

As inscrições para  processo seletivo seguem abertas até o dia 31 de outubro. A prova escrita será realizada no dia 22 de novembro, em Castanhal. O início das aulas está previsto para o dia 05 de março de 2018.

Antropização na Amazônia – O professor José Guilherme Fernandes, que coordena o PPGEAA, explica que a intenção do programa é estudar os discursos, práticas e saberes da ação do homem sobre a região, abrangendo tanto os efeitos construtivos quanto destrutivos dessas ações. A área de concentração denominada Estudos Antrópicos tem por objetivo investigar e estudar realidades e modelos culturais e científicos em contato, propondo projetos e/ou ações relativos à compreensão da antropia em seus desdobramentos na sociobiodiversidade e na interação de saberes.

Público-alvo – O Mestrado em Estudos Antrópicos na Amazônia é voltado a todos os portadores de diploma de nível superior (reconhecido pelo MEC), independentemente da área de formação. No caso de cursos de graduação realizados fora do país, o diploma deverá estar reconhecido por instituição governamental no país de realização do curso, bem como ter validade no território nacional brasileiro.

Vagas e linhas de pesquisa – Serão ofertadas, nesta seleção, 24 (vinte e quatro) vagas, sendo 09 (nove) para a linha de pesquisa Ambientes, Saúde e Práticas Culturais e 15 (quinze) para a linha de pesquisa Linguagens, Tecnologias e Saberes Culturais, conforme a disponibilidade dos professores da linha. Em atendimento aos preceitos inclusivos da UFPA serão destinadas quatro (04) vagas para indígenas e quilombolas, conforme descrito no edital de seleção.

Inscrições – Os interessados em participar da seleção, devem realizar inscrição até o dia 31 de outubro, exclusivamente pela internet, no endereço www.ppgeaa.propesp.ufpa.br. Será cobrado o valor de R$ 50,00, mas os candidatos que comprovarem inscrição em programas sociais do Governo Federal poderão solicitar isenção da taxa.

Para mais informações sobre o processo seletivo, clique aqui.

Serviço:
Inscrições abertas para o Mestrado em Estudos Antrópicos na Amazônia
Período: até 31 de outubro de 2017
Link para inscrições: clique aqui.
Link para o edital: clique aqui.
Link para a errata: clique aqui.

Texto: Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal
Imagem: Divulgação PPGEAA

Simpósio de Atividades Aquáticas inscreve ouvintes até 1º de novembro

No dia 1º de novembro o Campus de Castanhal vai receber o I Simpósio de Atividades Aquáticas. O evento é organizado pela Faculdade de Educação Física e traz, em sua programação, palestras, mesas temáticas, apresentação de pôsteres e oficinas. E também contará com a avaliação de professores da faculdade de Educação Física do Campus, além de convidados.

O Simpósio pretende promover o encontro de cientistas que estudam e ensinam, na Região Norte, sobre atividades motoras realizadas no meio aquático e, assim, efetivar e disseminar os mais diversos trabalhos nessa área, estimulando professores e universitários para a produção e a divulgação de trabalhos de pesquisa e extensão em congressos científicos. Também se pretende estabelecer uma tradição de eventos científicos na área da Educação Física para a Região Norte, com ênfase na prática das atividades aquáticas.

A inscrição para os participantes pode ser realizada no período de 05 de outubro até o dia do evento, 1º de novembro, com investimento de R$10,00. Para se inscrever, é necessário preencher um formulário (clique aqui para acessar) e enviá-lo para o email simp.atividadesaquaticas@gmail.com. Para submissão de trabalhos, a inscrição encerrou no dia 16 de outubro.

Para mais detalhes sobre o evento, inscrições e submissões de trabalhos, acesse o site.

Texto: Emily Sousa – Ascom UFPA/Castanhal
Arte: Divulgação