Professor do Campus Castanhal toma posse na Comissão Própria de Avaliação na UFPA

O propósito da Comissão Própria de Avaliação da Universidade Federal do Pará (CPA/UFPA) é tornar a prática da avaliação algo norteador na tomada de decisões na Universidade. Para marcar um novo ciclo da CPA na Instituição, foi assinado o termo de posse que conferiu aos professores Adriano Silva e Alexandra Ferreira, presidente e vice-presidente, respectivamente, a nova gestão da comissão. O evento ocorreu na sexta-feira, 1º de abril, no auditório da SEGE, prédio da Reitoria.

Estiveram presentes o reitor da UFPA, Carlos Maneschy, pró-reitores, diretores de institutos, representantes da CPA e diretores de faculdades. Na ocasião, 22 professores e técnicos dos Campi Belém, Cametá, Abaetetuba, Castanhal, Salinas e Breves foram homenageados pela importância que tiveram na Comissão Própria de Avaliação.

O novo presidente da CPA, Adriano Silva, destacou a importância da Comissão para o processo de desenvolvimento institucional, ressaltando a melhoria dos cursos de graduação da UFPA, os quais, nos últimos anos, foram reconhecidos com notas entre 3 e 4 atribuídas pelo Ministério da Educação (MEC), na escala em que a pontuação máxima é 5. “Estamos bem-sucedidos nas avaliações não só por meio da infraestrutura da Instituição mas também pelos profissionais. É um trabalho de muita dedicação e competência que traz reconhecimento.”

Qualidade - O reitor Carlos Maneschy ressaltou o destaque da nota 4 obtida pela primeira vez na UFPA, em avaliação externa do MEC em 2014. “O valor avaliativo é indispensável para a qualidade do ensino na Instituição”, afirma em relação ao aperfeiçoamento da Universidade em seus instrumentos avaliativos, como a CPA. Durante o evento, Carlos Maneschy ressaltou que os cursos da UFPA estão entre notas consideradas boas (3 e 4) pelo MEC e só melhoram a cada ano, conforme mostra os resultados das avaliações.

CPA-UFPA – Constituída em 2006, a comissão visa fortalecer as relações da UFPA com a comunidade interna e com a sociedade civil, enfatizando que o propósito da autoavaliação institucional tem caráter globalizante, pois envolve institutos, faculdades, núcleos e comunidade, que pode e deve utilizar os benefícios que a UFPA gera, com os seus cursos e todas as outras atividades universitárias.

Dedicação - Entre os servidores homenageados, estava a professora Andreza de Lourdes Souza Gomes, do Campus Cametá. Para ela, o papel da CPA é muito importante para o desenvolvimento da Instituição. Sobre a homenagem recebida, “o ato valoriza o servidor, e a Universidade só tem a ganhar”. Outra agraciada no evento foi a professora Midori Makino, do Campus Salinas, que considera a CPA indispensável, pois “mostra a potencialidade da UFPA, e estas homenagens são uma resposta à dedicação e ao trabalho.”

Texto: Rafael Rocha – Assessoria de Comunicação da UFPA
Fotos: Adolfo Lemos

Additional information