Participação de alunos é destaque no VII SIEX e no I Seminário de Pesquisa e Pós-Graduação

Palestras, comunicações orais, painéis, oficinas, apresentações artístico-culturais e outras atividades fizeram parte da intensa programação do VII Simpósio de Iniciação Científica e de Extensão (SIEX) e do I Seminário de Pesquisa e Pós-Graduação do Campus da UFPA/Castanhal.

O professor Milton Begeres, coordenador acadêmico do Campus acredita que os eventos são importantes para a formação acadêmica dos alunos. “Esse é o momento para os bolsistas exercitarem a apresentação das suas produções. É uma oportunidade para que eles exponham para um avaliador, e para as demais pessoas que tenham interesse, os resultados dos seus trabalhos de pesquisa ou de extensão.”

E na função de avaliador dos trabalhos expostos em formato de pôster, o professor Pedro Bezerra, do Instituto de Medicina Veterinária, externou a alegria de participar dessas avaliações. “É muito gratificante, pois a gente vê o resultado dos trabalhos dos nossos alunos, vê que eles estão apresentando, com segurança, trabalhos tão relevantes para a nossa sociedade.”

E o que não faltou na programação foram produções com temas de relevância social, como o trabalho apresentado pela aluna do Programa de Pós-Graduação em Saúde Animal na Amazônia, Karina Nahum, que pesquisou sobre epidemias causadas por agressões de morcegos nos municípios de Viseu e Augusto Corrêa.

“A importância desse trabalho é que a gente possa divulgar a informação de que o morcego pode transmitir a raiva para o homem e a necessidade de os profissionais estarem mais preparados para atuarem no sentido de evitar novos surtos, como aqueles que ocorreram em 2004 e 2005 nos municípios pesquisados, o que levou à morte de um número muito grande de pessoas”, relatou Karina.

Os alunos das graduações das seis faculdades do Campus de Castanhal também foram destaque no VII SIEX. Dentre eles, Francisco Júnior, do curso de Engenharia da Computação, que apresentou dois trabalhos, um deles intitulado “Estratégia Saúde da Família e Hanseníase: Análise Territorial”.

Para Júnior, expor trabalhos é algo que favorece a sua formação. “Representa uma possibilidade de mostrar para as pessoas o trabalho que vem sendo desenvolvido. Todo evento científico é uma porta para que os trabalhos conversem entre si. Isso faz com que nós, alunos, possamos crescer e avançar na carreira acadêmica.”

Essa oportunidade de crescimento e de vivenciar tudo o que a universidade proporciona foi o que motivou Geovana Gomes, aluna do primeiro semestre do curso de Pedagogia, a participar da programação. “Eu sou caloura de um curso intensivo e vim para poder conhecer os projetos que são desenvolvidos aqui no Campus. É importante não ser apenas aquele aluno que assiste aula, mas que se envolve com o que acontece aqui dentro.”

A participação intensa de alunos de todos os cursos da UFPA/Castanhal e o envolvimento de professores, técnicos, bolsistas e pessoal terceirizado garantiram o sucesso do VII SIEX e do I Seminário de Pesquisa e Pós-Graduação.

“Os eventos foram excelentes e cumpriram com o objetivo de divulgar o conhecimento produzido e integrar os cursos de graduação e pós-graduação do Campus”, avaliou o coordenador da UFPA em Castanhal, professor João Batista Ramos.

Texto e fotos: Ascom – UFPA/Castanhal

Additional information