Home » Articles posted by Paula Lopes

Author Archives: Paula Lopes

UFPA lança edital do PS 2021

Já está disponível no site do Centro de Processos Seletivos da Universidade Federal do Pará (CEPS/UFPA) o Edital do Processo Seletivo 2021 (PS 2021). O principal concurso para ingresso no ensino superior da UFPA, desta vez, disponibiliza 7.355 vagas em 196 cursos sediados em 19 municípios paraenses, incluindo 196 vagas adicionais reservadas a pessoas com deficiência (PcD). Para Castanhal, são disponibilizadas 390 vagas em 8 cursos de graduação. As inscrições são online e podem ser feitas das 14h do dia 11 de janeiro até as 17h do dia 5 de fevereiro. A expectativa é que cerca de 90 mil estudantes participem do concurso.

Inscrições – Pelo quarto ano consecutivo, o valor da taxa de inscrição no PS da UFPA é R$ 50 reais. Este ano, o pagamento da taxa deve ser feito até o dia 19 de fevereiro, mas quem deseja a isenção da taxa deve solicitar o benefício no ato da sua inscrição.

Podem solicitar a isenção, estudantes que comprovem ter cursado todo o Ensino Médio ou equivalente na rede pública, ou aqueles que cursaram todo o Ensino Médio na rede privada com bolsa integral de estudos. Essa isenção no pagamento da taxa de inscrição não se confunde com o direito de concorrer a vagas de cotas específicas. A UFPA vai analisar os pedidos de isenção e o resultado deve ser divulgado a partir do dia 8 de fevereiro na página de acompanhamento de inscrição de cada candidato(a).

Regras – Para o PS2021, as principais regras continuam as mesmas de anos anteriores. O preenchimento das vagas utiliza como base os resultados obtidos pelos(as) candidatos(as) nas provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) de 2020, que ocorrerão, presencialmente, nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021 e, no formato digital, nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021. Os(As) estudantes que cursaram todo o Ensino Médio em escolas localizadas em um dos estados da Região Norte recebem bônus de 10% sobre o valor da nota obtida no Enem.

Não há alterações em relação ao Sistema de Cotas, observando o disposto nas Leis n. 12.711/2012 e n. 13.409/2016. Metade das vagas da instituição segue reservada para os(as) egressos(as) da rede pública de ensino. Desse percentual, 50% das vagas são destinadas a quem é oriundo de família com renda per capita de até 1,5 salário mínimo, e, dessas vagas, no mínimo 78% serão direcionadas para quem se autodeclara preto, pardo ou indígena. Ainda pelo sistema de cotas da UFPA, pelo menos 7,76% das vagas serão reservadas a quem se declara pessoa com deficiência. Além disso, PcDs podem se candidatar a uma vaga extra criada pela Universidade em todos os cursos ofertados.

Em quadros do edital, os(as) candidatos(as) podem conferir com mais detalhes os grupos de inscrição e os grupos de vagas aos quais concorrerão a partir do seu perfil. Assim, será possível perceber, de maneira clara, que um(a) mesmo(a) candidato(a) concorre, em muitas ocasiões, a vagas que pertencem a mais de um grupo de cota.

O que mudou?  Embora várias regras sejam as mesmas, há diferenças no concurso deste ano em relação ao PS 2020. A primeira novidade está ligada à pandemia de Covid-19. Devido às restrições previstas para minimizar o risco de contágio pelo novo coronavírus, os(as) candidatos(as) inscritos(as) para os cursos de Dança e Música não farão Exame de Habilidades. O Enem será, portanto, a única prova para todos(as) os(as) candidatos(as) ao PS 2021.

Outra novidade está prevista para o “pós-Listão”. A partir deste ano, quem deseja concorrer a vagas pelo sistema de cotas reservadas a pessoas que se inscrevem e se autodeclaram pretos(as) ou pardos(as) deverão se apresentar a uma Comissão de Heteroidentificação, que irá analisar se o fenótipo de cada candidato(a) confirma a autodeclaração.

Expectativas e compromisso  O processo seletivo da UFPA é bastante aguardado pelos(as) estudantes paraenses e de outros estados. Com o prolongamento da pandemia, o edital precisou ser pensado juntamente ao planejamento das atividades acadêmicas da universidade para 2021. Para o pró-reitor de Ensino de Graduação da UFPA, Edmar Costa, “a aprovação dos termos deste Edital pelo Consepe representa a confiança da comunidade acadêmica na capacidade da UFPA de receber egressos do ensino médio, mantida praticamente a mesma oferta dos anos anteriores, em uma conjuntura tão desafiadora como sabemos que será a deste ano. Apesar de a oferta das aulas em nossos cursos depender do cenário epidemiológico relacionado à Covid-19, tanto o edital do PS como o calendário acadêmico abrem possibilidades para que o ensino de qualidade da nossa Instituição possa ser praticado em todas as Unidades”.

Mesmo com as dificuldades impostas pela pandemia, garantir a oferta de vagas para novas turmas em 2021 era um compromisso da UFPA com a sociedade, de acordo com o reitor Emmanuel Zagury Tourinho: “Milhares de pessoas aguardavam as definições da UFPA quanto à oferta de novas vagas nos cursos de graduação. Mesmo em um cenário de incertezas, tínhamos clareza de que a Universidade não podia deixar de realizar o seu processo seletivo anual, que representa a maior oportunidade de acesso ao ensino superior na região amazônica. Por isso, a instituição trabalhou intensamente para viabilizar a recepção dos futuros calouros, apesar da pandemia e a partir da definição de um calendário de atividades acadêmicas que acomoda o atraso previsto na divulgação dos resultados do ENEM”.

Serviço:

Edital do PS 2021
Inscrições a partir das 14h do dia 11 de janeiro até as 17h do dia 5 de fevereiro.
Edital completo
Mais informações na página do concurso.
O edital também será disponibilizado, em breve, em Libras e em formato para leitores de tela.

Texto: Glauce Monteiro – Assessoria de Comunicação da UFPA
Arte: Mkt Ascom

UFPA publica edital para Auxílio Intervalar 2021

A Universidade Federal do Pará (UFPA), por meio da Superintendência de Assistência Estudantil (SAEST), publicou edital para a solicitação do Auxílio Permanência Intervalar. As inscrições serão realizadas no período de 13 de janeiro a 01 de fevereiro de 2021 pelo Sistema Gerencial de Assistência Estudantil (SIGAEST) sigaest.ufpa.br

MODALIDADES – São duas modalidades de Auxílio: o Intervalar Permanência no valor de R$ 400,00 e o Intervalar Moradia no valor de R$ 500,00. Estão sendo ofertados 200 auxílios, dos quais 110 são destinados para a modalidade Intervalar Permanência e 90 para a modalidade Intervalar Moradia. Do total, 40% dos auxílios são para candidatos novos e 60% para candidatos que desejarem renovar. Pode ser solicitado somente um dos auxílios ou os dois simultaneamente.

QUEM PARTICIPA – O Auxílio Intervalar é destinado a estudantes matriculados em cursos de graduação da UFPA, na modalidade intensiva (Intervalar), que estejam em situação de vulnerabilidade socioeconômica, cursando, prioritariamente, a primeira graduação e que não possuam condições de arcar com custeio parcial ou integral de despesas com alimentação, transportes, material didático ou moradia durante os 1º, 2º e 3º períodos letivos do ano de 2021.

DOCUMENTOS – Todos os documentos solicitados no edital serão enviados, exclusivamente, por meio do SIGAEST em arquivo de imagem no formato JPG e tamanho máximo de 500 Kbytes.

ACESSE O EDITAL aqui.

Acesse SAESTUFPA www.saest.ufpa.br.

INFORMAÇÕES- (91) 3201-7346 (segunda à quinta-feira de 9:00hs às 12:00hs)
Email – saestcae@ufpa.br

Faculdade de Educação Física realiza processo eleitoral para os cargos de diretor e vice

Nos dias 25 e 26 de janeiro a comunidade acadêmica da Faculdade de Educação Física do Campus de Castanhal irá participar do processo eleitoral para escolha dos diretores (biênio 2021-2023).

A primeira fase do processo consistiu na inscrição de chapas. Puderam se candidatar, até o dia 1º de dezembro, professores em efetivo exercício pertencentes ao quadro da Faculdade de Educação Física do Campus de Castanhal da Universidade Federal do Pará. Apenas uma chapa, composta pelos professores Antonio Valdir Monteiro Duarte (candidato a diretor) e Darinêz de Lima Conceição (candidata a vice-diretora), se inscreveu para participar da eleição. Para ler o plano de gestão da chapa “Unificar e Avançar”, clique aqui.

Eleitores – poderão votar todos os docentes efetivos e todos os técnicos, ambos devidamente vinculados ao conselho da faculdade, e discentes regularmente matriculados na Faculdade de Educação Física de Castanhal, inclusive discentes do PARFOR e da especialização.

Eleição – a votação ocorrerá por meio do SIGEleição nos dias 25 e 26 de janeiro.

Texto: Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal

Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal divulga edital para Doutorado 2021

A coordenação do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal (PPGCAN) torna pública a seleção de candidatos para o doutorado acadêmico em 2021. As inscrições estarão abertas no período de 08 a 29 de janeiro, exclusivamente pela internet, no endereço www.posgraduacao.ufpa.br/cienciaanimal. No total, o edital oferta duas (02) vagas na área de Gestão de Sistemas Pecuários.

Público-alvo – Poderão participar da seleção os titulados com Mestrado Acadêmico ou Profissional nas áreas de Ciências Agrárias ou excepcionalmente de outras áreas afins, desde que considerados pelo orientador aptos a desenvolverem a tese proposta. Servidores com contrato temporário com a UFPA ou do quadro terceirizado não poderão concorrer às vagas.

Etapas – O processo de seleção contará com duas etapas: análise do Projeto de Tese escrito, de caráter eliminatório, e análise de Curriculum Vitae, de caráter classificatório. O Projeto de Tese será avaliado por uma banca formada por três avaliadores indicados pela Comissão do Processo de Seleção do Doutorado. Será vedado como membro da banca de avaliação o docente do PPGCAN para qual o candidato tenha escolhido como orientador, bem como membros que já tenham exercido atividade de orientação do candidato em nível de graduação ou pós-graduação.

Para mais informações sobre a seleção de doutorado do PPGCAN, consulte o edital completo.

Texto: Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal

Campanha Janeiro Branco conscientiza para a necessidade de cuidados com a saúde mental

O mês de janeiro inicia com a campanha Janeiro Branco, que tem a proposta de voltar os olhares do mundo para o que se passa na cabeça de cada um de nós. O objetivo da campanha é chamar a atenção da humanidade para as questões e necessidades relacionadas à saúde mental e emocional das pessoas e das instituições humanas. A iniciativa também visa desmistificar os muitos tabus que envolvem o tema.

A razão pela qual o mês de janeiro é o escolhido para a realização da campanha se deve ao fato de, no primeiro mês do ano, em termos simbólicos e culturais, as pessoas estarem mais propensas a pensarem em suas vidas, em suas relações sociais, em suas condições de existência, em suas emoções e em seus sentidos existenciais. É como se “em uma folha ou em uma tela em branco”, todas as pessoas possam ser inspiradas a escreverem ou a reescreverem as suas próprias histórias de vida.

“O início de um novo ciclo normalmente nos lembra da possibilidade de mudança de hábitos e comportamentos, isso pode acontecer em qualquer época de nossas vidas, mas os períodos que marcam fechamento e reinício tendem a ter esse impacto mais demarcado. Iniciamos um novo ano, cheios de esperanças mas ainda carregados de lembranças de um problema que ainda persiste. O Janeiro Branco terá um significado especial neste sentido, pois vem ao encontro da necessidade de nos voltarmos para dentro de nós, ouvirmos os nossos ruídos que sinalizam quando não estamos bem e efetivamente poder buscar ajuda quando necessário”, comenta a professora Patrícia do Espírito Santo, coordenadora do Plantão Psicológico da Superintendência de Assistência Estudantil da UFPA (Saest).

Para a professora Aline Beckmann, coordenadora do Projeto Roda Vida, uma iniciativa do Laboratório de Soluções Educacionais da Faculdade de Psicologia, falar sobre os problemas de saúde mental ainda é difícil, visto que é um tema envolvido por muitos tabus que precisam ser superados.

“Infelizmente o senso comum tende a tratar a saúde mental como algo menor ou como fraqueza pessoal, falta de fé e outros estereótipos negativos que fazem com que muitas pessoas que estão em sofrimento não tenham coragem de admitir o que sentem e nem de pedir ajuda. A campanha permite trazer à tona que a saúde mental é tema importante para todos os indivíduos e merece nossa atenção e nosso cuidado todos os dias”, pontua a docente.

Ações de cuidado com a saúde mental – Na Universidade Federal do Pará, são muitas as ações realizadas com o intuito de apoiar as pessoas que necessitam de ajuda em questões referentes à saúde mental. Iniciativas como o Projeto Acolher, como as cartilhas de orientação e rodas de conversa on-line promovidas pelo Projeto Roda Vida e Saest, o Projeto de Assistência Estudantil e Assessoramento Pedagógico (Pases) no Campus Altamira, como o Projeto de Atenção Psicossocial da Faculdade de Enfermagem, além das mais diversas ações para saúde emocional dos estudantes durante o período do Ensino Remoto Emergencial (ERE), são algumas das ações qu tem sido realizadas em prol do cuidado com a saúde mental daqueles que fazem parte da comunidade acadêmica e seu entorno.

“É fundamental abordar essa temática no ambiente acadêmico. Ao redor do mundo, o contexto universitário tem sido identificado como lócus privilegiado de adoecimento mental. A população que compõe a comunidade acadêmica em geral está lidando com fases de transição na vida pessoal e familiar e precisa conciliar isso com altas demandas de produtividade e espaços muito competitivos. Quando esses elementos são somados a outras questões adoecedoras da sociedade, como racismo, LGBTfobia e violência de gênero, há um agravamento ainda maior desse cenário. Contudo, podemos ter espaços universitários mais saudáveis e discutir sobre o tema é um primeiro passo para se alcançar esse objetivo”, afirma a professora Aline Beckmann.

Quer saber mais sobre lugares que oferecem atendimento psicossocial gratuitamente para todos os públicos? Clique aqui.

Para conhecer a Campanha Janeiro Branco, acesse janeirobranco.com.br.

Texto: Adams Mercês – Assessoria de Comunicação da UFPA
Arte: Mkt Ascom

Discentes assistidos pelo auxílio intervalar devem apresentar atestado de matrícula

A Superintendência de Assistência Estudantil (SAEST), vinculada ao gabinete da Reitoria da Universidade Federal do Pará (UFPA), convoca os discentes assistidos pelo Auxílio Intervalar – 1º e 3º períodos de 2020, regido pelo EDITAL Nº 06/2019/SAEST/UFPA, que ainda não receberam a segunda parcela do auxílio e estão devidamente matriculados no Ensino Remoto Emergencial, a apresentarem o Atestado de Matrícula no ERE, por meio do SIGAEST, no período de 05 a 11 de janeiro de 2021.

A presente convocação diz respeito à segunda etapa da habilitação prevista no EDITAL Nº 06/2019/SAEST/UFPA, referente à apresentação do Atestado de Matrícula para recebimento da segunda parcela do auxílio.

Caso o(a) discente não possua o Atestado de Matrícula poderá apresentar Declaração de Matrícula com as disciplinas que está cursando, contendo assinatura e carimbo da direção ou secretaria da faculdade à qual está vinculado(a).

Como enviar o atestado de matrícula?

1- Acessar http: http://sigaest.ufpa.br/sigaest/inicial.php
2- Entrar na conta com número de matrícula e CPF;
3- Na aba “Auxílios em que estou inscrito” clicar em “Acompanhar” no quadro do “AUXÍLIO PERMANÊNCIA INTERVALAR – 1º E 3º PERÍODOS DE 2020”;
4- Clicar no botão “PREENCHER DADOS BANCÁRIOS E/OU ANEXAR COMPROVANTE”;
5- Anexar o Atestado de Matrícula em formato JPG com tamanho máximo de 500 kbytes;
6- Se necessário, atualizar os dados bancários.

Serviço:
Apresentação do Atestado ou Declaração de Matrícula – Auxílio Intervalar – 1º e 3º períodos de 2020
Período: de 05 a 11 de janeiro de 2021
Informações: (91) 3201-7346 (segunda a quinta-feira de 9h às 12h); e-mail: saestcae@ufpa.br

Seleção do Mestrado Profissional em Matemática terá primeira etapa on-line neste sábado

No dia 09 de janeiro será realizada a primeira etapa do processo seletivo ENA-2021 para a turma de Castanhal do Mestrado Profissional em Matemática.

A prova acontecerá de forma on-line online, no site do ProfMat Nacional, no horário das 14h às 15h30 e contará com 30 questões objetivas, com 3 minutos para a resolução de cada uma. O candidato precisa entrar na sala virtual, preferencialmente com 15 minutos de antecedência (a partir das 13h15), sendo o horário limite de entrada às 13h45.

A Coordenação local do ProfMat também informa que, para a turma de Castanhal, realizaram inscrição 66 candidatos, que concorrem às 10 vagas ofertadas.

Serviço:
1ª Etapa do ENA – ProfMat
Data: 09/01/2021
Horário: 14h (os candidatam devem se antecipar, entrando no ambiente virtual às 13h45)
Local: site do ProfMat
Mais informações: leia o edital

Instituto de Medicina Veterinária abre concurso para professor efetivo

Das 14h do dia 13.11.2020 às 18h do dia 11.02.2021 estarão abertas, no site do Centro de Processos Seletivos da UFPA, as inscrições para o concurso que oferta uma vaga para professor efetivo do Instituto de Medicina Veterinária da UFPA em Castanhal na área de Clínica Médica e Terapêutica de Pequenos Animais. Os interessados em concorrer à vaga devem possuir título de doutor.

O Concurso compreenderá duas etapas, sendo que a primeira etapa poderá, a critério da Unidade, ser precedida de uma Prova Objetiva de caráter eliminatório. Será considerado apto para a primeira etapa o candidato que na prova objetiva, quando houver, obtiver, no mínimo, 70% (setenta por cento) da pontuação.

As duas etapas do concurso se desenvolverão da seguinte forma:
I- Primeira Etapa, de caráter eliminatório e classificatório:
a) Prática – Somente para o tema Clínica Médica e Terapêutica de Pequenos Animais (Castanhal)
b) Memorial.
II- Segunda Etapa, de caráter classificatório:
a) Julgamento de Títulos

Os candidatos devem acessar o edital do concurso e seus anexos para outras informações sobre o processo de seleção.

 

Mensagem de Natal da Coordenação do Campus Castanhal

A Coordenação do Campus de Castanhal deseja a todas e a  todos um feliz natal, no sentido de que as lições aprendidas e as experiências vividas neste ano, de muitas dificuldades e perdas, possam fortalecer em nós a chama que representa o espírito natalino, prevalecendo o sentimento de humanidade, base para o crescimento da nossa sociedade. Sigamos com nossos corações fortalecidos e a união de uma grande família.

Feliz Natal!

Programa de Pós-Graduação em Saúde Animal na Amazônia abre inscrições para turma de mestrado 2021

Até 22 de janeiro de 2021 estarão abertas as inscrições para a turma 2021 de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Saúde Animal na Amazônia do Instituto de Medicina Veterinária do Campus da UFPA em Castanhal. No total, são 13 (treze) vagas, distribuídas entre os orientadores do curso.

Público-alvo: Podem participar da seleção para o Curso de Mestrado em Saúde Animal na Amazônia os graduados nas áreas de Ciências Agrárias, Ciências Biológicas, Ciências da Saúde e Ciências e Tecnologia de Alimentos.

Inscrições: Os interessados devem realizar a inscrição, exclusivamente pela internet, no endereço http://www.ppgsaam.propesp.ufpa.br, anexando os seguintes documentos em formato PDF: diploma de graduação ou documento que comprove que o candidato está em condições de concluir a graduação antes do período de matrícula na pós-graduação; carteira de identidade e CPF; título de eleitor e comprovante de quitação com as obrigações eleitorais, no caso de candidatos brasileiros; comprovante de quitação com as obrigações militares (para candidatos do sexo masculino), no caso de candidatos brasileiros; Curriculum Vitae, (elaborado de acordo com o anexo II do Edital, com comprovantes) e carta de aceite do provável orientador (disponível no anexo III do Edital).

Etapas – O processo de seleção compreenderá prova oral realizada de forma on-line, no período de 17 a 26 de fevereiro de 2021 e análise do currículo. Os candidatos selecionados para o curso deverão realizar a matrícula entre os dias 1º e 2 de abril de 2021.

Para consultar as áreas temáticas e os orientadores disponíveis, para saber quais os conteúdos da prova e para outras informações sobre o processo seletivo, consulte o Edital.

Texto: Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal