Home » Articles posted by Paula Lopes

Author Archives: Paula Lopes

Coordenação do ProfMat em Castanhal divulga locais de prova

A Coordenação do Mestrado Profissional em Matemática (ProfMat) em Castanhal divulga os locais onde será aplicado o Exame Nacional de Acesso (ENA), que ocorrerá no dia 20 de outubro, das 14 às 17h. Os candidatos devem entrar nas salas até 13h50 (horário limite descrito no Edital).

O endereço do Campus I da UFPA em Castanhal é: Av. dos Universitários, s/n, Jaderlândia. As provas serão realizadas no prédio de salas de aula, de acordo com o cronograma disponível aqui.

Para ver imagens do Campus I da UFPA em Castanhal, clique aqui.

Leia mais:

ProfMat divulga demanda de inscritos: https://campuscastanhal.ufpa.br/?p=1640

Inscrições abertas para o ProfMat: https://campuscastanhal.ufpa.br/?p=1491

Hospital Veterinário lança projeto de extensão Outubro Rosa Pet

Que outubro é um mês onde se realizam várias campanhas de prevenção ao câncer de mama em mulheres, muita gente já sabe. Mas o que é novidade para muitos é que, neste mês, professores, veterinários e estudantes do curso de Medicina Veterinária da UFPA em Castanhal se reúnem para dar orientações sobre esse tipo de câncer em animais de companhia.

Assim como nos humanos, a causa do câncer em pets não tem uma única origem. O que se sabe é que alguns fatores podem aumentar as chances das pacientes desenvolverem câncer nas mamas, como predisposição genética, obesidade e, principalmente, o uso de anticoncepcionais em cadelas e gatas.

Para ajudar os donos de pets em Castanhal e em municípios vizinhos a identificarem possíveis tumores em seus animais de estimação, a Faculdade de Medicina Veterinária, juntamente com o Hospital Veterinário da UFPA, lançaram o projeto de Extensão Outubro Rosa Pet, que acontece aos sábados, durante todo o mês de outubro, na Praça da Matriz de São José (Castanhal), das 8 às 13h.

A equipe que está trazendo as orientações é formada pela professora Fabrícia Filgueira, os médicos veterinários Daiane Frantz e Katiane Schwanke e os professores Patrícia Maia, Pedro Paulo e Danilo Rodrigues, além de alunos que cursam Medicina Veterinária na UFPA.

Os interessados em participar, bastam comparecer à praça, acompanhados ou não do seu animal de estimação, para receber as devidas orientações.

A professora doutora Fabrícia Filgueira fala sobre a importância de se diagnosticar precocemente o câncer de mama em pets, para que o tratamento seja bem sucedido.

“Nas cadelas e gatas, a retirada cirúrgica dos tumores e das neoplasias mamárias já resolve o problema, mas para isso, o nódulo precisa ser detectado no início, pois quanto mais o câncer se desenvolve, mais difícil é a cura: dependendo do caso, o animal pode precisar de quimioterapia e pode desenvolver a metástase, que é o avanço da doença para o pulmão e para outros órgãos”, esclarece a professora, que também explica sobre a necessidade da castração dos animais de companhia.

“Estudos apontam que quando se castra uma cadela ou uma gata antes do primeiro cio, a chance de tumor mamário fica em apenas 0,25%”, conclui.

Essas e outras informações podem ser obtidas na Praça da Matriz em qualquer um dos sábados de outubro. No dia 06/10, muitos donos de animais aprenderam sobre como fazer a detecção de tumores em seus pets.

Texto: Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal
Fotos: Divulgação Equipe do Projeto Outubro Rosa Pet

 

 

I Seminário Integrado de Ensino, Pesquisa e Extensão acontece nos dias 04 e 05 de outubro

Entende-se por integrar, fazer a composição, a complementação, a incorporação, compor um conjunto formando um todo coerente, interligar o geral e o particular, o global e o local, as partes e o todo. Nesse viés, terá palco, na Universidade Federal do Pará (UFPA), o I Seminário Integrado de Ensino, Pesquisa e Extensão (Siepe), que ocorre na primeira semana de outubro, com a apresentação de trabalhos da comunidade acadêmica que desenvolve atividades e pesquisas concluídas e vinculadas ao ensino, à pesquisa e à extensão.

Em Castanhal, o evento será realizado nos dias 04 e 05 de outubro, contemplando uma agenda comum entre os campi I e II.

O I Siepe da UFPA se constitui como um espaço de visibilidade e compartilhamento de conhecimentos, produtos e processos desenvolvidos no âmbito das principais interlocuções entre ensino-pesquisa-extensão, as quais se expressam nas seguintes ações:

XXIX Seminário de Iniciação Científica (Seminic) – O Seminário de Iniciação Científica é promovido pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da UFPA e está em sua 29ª Edição. Pela primeira vez, o evento será inserido no Siepe.

Seminário de Projetos Educacionais (Sepeduc/2018) – O Seminário de Projetos Educacionais (Sepeduc/2018) da UFPA é promovido pela Proeg, sendo parte integrante do I Siepe. Com a temática “Saberes Educacionais, Inovação e Qualidade: territórios de construção do ensino de graduação”, o Sepeduc/2018 objetiva promover debates e trocas de experiências sobre concepções e práticas educacionais pautadas na busca pela qualidade, inovação e por ‘saberes’ diferenciados desenvolvidos em meio aos processos de ensino e aprendizagem na graduação, como expressão de compromisso com a melhoria da educação superior, nos diversos espaços da UFPA.

XIX Jornada de Extensão – A programação da Pró-Reitoria de Extensão consistirá da apresentação dos Projetos de Extensão dos Programas Pibex, Navega Saberes, Eixo Transversal e Proexia-Emaús. A novidade nessa edição é que será assegurado o tempo de 20 minutos para a apresentação de cada projeto, contemplando a participação do coordenador e do discente, além de um tempo para o debate. A coordenação esclarece que todos os projetos, com bolsa, estão pré-inscritos. As declarações serão emitidas apenas para os membros responsáveis pela apresentação dos projetos.

Conferência de abertura em Castanhal – Toda a comunidade acadêmica está convidada a participar da conferência de abertura do I Siepe em Castanhal, que será realizada no dia 04 de outubro, às 8h, no Auditório do GETI, com a presença da Coordenação Geral do Campus e dos coordenadores de Pesquisa e Extensão. Em seguida, serão apresentadas as comunicações orais, de acordo com o cronograma disponível aqui.

Texto: Ascom UFPA/Belém, com adaptações da Ascom UFPA/Castanhal
Arte: Divulgação

 

Divulgado o edital do II Simpósio de Ensino, Pesquisa e Extensão do Campus de Castanhal

Difundir o conhecimento técnico-científico e cultural, as ações extensionistas, as práticas de monitoria e investigativas produzidas no âmbito dos projetos de pesquisa e extensão, produzidos pelos cursos de graduação e pós-graduação da UFPA em Castanhal é o principal objetivo do II Simpósio de Ensino, Pesquisa e Extensão (SIEPEX), que vai ocorrer nos dias 30 e 31 de outubro e 1º de novembro.

O SIEPEX 2018 congrega vários outros eventos ligados aos 8 cursos de graduação da UFPA/Castanhal, aos 4 programas de Pós-Graduação e aos 3 Programas de Residência Médica Veterinária: I Colóquio Mesorregional; I Seminário de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Matemática – PROFMAT; II Seminário de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Estudos Antrópicos na Amazônia – PPGEAA/UFPA; II Seminário sobre Formação Docente nas Licenciaturas; XII Seminário de Extensão do Programa Grupo de Educação na Terceira Idade – GETI/UFPA.

O evento é aberto a alunos e profissionais de qualquer instituição de ensino superior, seja pública ou privada e vai apresentar à comunidade os trabalhos produzidos por técnicos, professores e alunos da UFPA/Castanhal em diversas áreas de conhecimento.

As inscrições devem ser realizadas no período de 21 de setembro a 15 de outubro, pelo endereço: http://www.siexcastanhal.com.br. Após realizar o cadastro no site, o participante receberá um email para ativar a sua inscrição.

Para apresentação de trabalhos nas modalidades comunicação oral e pôster, somente serão admitidas inscrições de técnicos, alunos e professores da UFPA/Castanhal. Tais inscrições devem ser realizadas no período de 21 de setembro a 06 de outubro, no site do evento.

Alunos da UFPA/Castanhal, interessados em atuar na Comissão Acadêmica, podem realizar inscrição a parir de 24 de setembro. Além de receberem certificados especiais pela atuação na Comissão, os alunos darão apoio às atividades de recepção, credenciamento, frequência, logística, entrega de certificados, dentre outras.

Também é possível submeter, à comissão organizadora do SIEPEX, propostas de atividades Artístico-Culturais e propostas para comercialização de produtos alimentícios. Todas as normas estão disponíveis no edital do evento.

Serviço:
II Simpósio de Ensino, Pesquisa e Extensão do Campus de Castanhal
Período: 30/10, 31/10 e 01/11/2018
Inscrições de participantes: de 21/09 a 15/10
Submissão de trabalhos: de 21/09 a 06/10
Edital: Clique aqui.
Observação: Os modelos de resumo expandido e as sugestões para apresentação de pôster estarão disponíveis no site do evento, a partir do ato da inscrição.

Texto: Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal

 

 

Divisão de Tecnologia da Informação abre seleção para bolsistas

Ser bolsista na UFPA é o sonho de muitos alunos que estão cursando a graduação. Isso, porque a experiência adquirida durante o período de vigência da bolsa é algo que agrega valor ao currículo do estudante.

Os bolsistas administrativos da UFPA/Castanhal atuam em setores como Secretaria Executiva, Secretaria das Faculdades, Biblioteca e Coordenação Geral. Eles desempenham diversas atividades, que colaboram para o bom atendimento das demandas existentes em cada subunidade.

Outro setor que possui bolsistas administrativos é a Divisão de Tecnologia da Informação. Até 26 de outubro estão abertas as inscrições para alunos da Faculdade de Computação, matriculados entre o 2º e o 6º semestre, interessados em desenvolver funções voltadas à manutenção de computadores e ao suporte técnico. Estão disponíveis duas vagas, sendo uma para o horário da manhã e outra para o turno da tarde.

Para concorrer às bolsas, que terão o valor de R$ 496,00 (cada), os interessados devem enviar os seguintes documentos para os e-mails flaviosousa@ufpa.br, williane@ufpa.br, madson@ufpa.br: histórico atualizado do curso de graduação; atestado de vínculo atualizado; curriculum vitae com foto, informações para contato e documentos comprobatórios dos cursos realizados (certificados).

A seleção compreenderá análise da documentação exigida no edital e entrevista.

Para mais informações, consulte o edital.

Texto: Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal

 

 

 

 

Assistência Estudantil promove evento em alusão ao Dia Mundial da Saúde Mental

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a depressão é uma das doenças que mais cresce no mundo. Ela afeta 4,4% da população mundial e 5,8% dos brasileiros. Ainda segundo a OMS, o Brasil é o país com maior prevalência de ansiedade no mundo: 9,3%.

O assunto é tão sério, que setembro foi o mês de uma forte campanha contra o suicídio. Agora em outubro, no dia 10, temos o Dia Mundial da Saúde Mental. Essas datas existem para que se ampliem os debates sobre o tema.

E foi pensando em discutir questões ligadas à saúde mental, que a equipe da Divisão de Assistência e Integração Estudantil (DAEST) do Campus da UFPA em Castanhal organizou o evento “Razões para Viver”, que vai ocorrer no dia 10 de outubro, das 9 às 12h, no Auditório do GETI e que contará com a presença da psicóloga Danielle Christo.

Jucélia Flexa, psicóloga que integra a equipe da DAEST em Castanhal, fala da importância dessa temática na universidade.

“Precisamos conversar, conhecer mais e discutir sobre saúde mental. Nossos jovens vêm buscando, cada vez mais, escuta e apoio e é fundamental estarmos juntos, empáticos nessa problemática”.

O evento também contará com uma apresentação encenada pelo Grupo Teatral Coletivo de Arte da Escola de Dança da UFPA.

“Na verdade são dois eventos se encontrando: a palestra sobre saúde mental e o lançamento do projeto Maré D’arte, que busca incentivar a questão da arte aqui no Campus e fomentar a discussão a respeito das produções artísticas realizadas pela UFPA”, esclareceu o professor Marcos André Cunha, coordenador do Grupo de Estudo das Identidades e Subjetividades Paraense (GEDISPA), vinculado à Faculdade de Letras do Campus de Castanhal.

Para participar do evento, que é voltado para a comunidade acadêmica da UFPA/Castanhal, os interessados não precisam realizar inscrição. Todos os participantes receberão certificado de 4h.

Texto: Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal
Arte: Divulgação

Curso de Letras Português terá turma em São Caetano de Odivelas coordenada pelo Campus de Castanhal

O Núcleo de São Caetano de Odivelas da Universidade Federal do Pará, sob a responsabilidade do Campus de Castanhal, foi criado em julho de 2018. Neste mês de agosto foi assinado o Termo de Cooperação Acadêmica, com a oferta flexibilizada do curso de Letras Português, com início para 2019.

Na prática, isso significa que os participantes do Enem 2018, que desejarem disputar uma vaga no PS 2019 da UFPA, terão mais uma opção de curso: Licenciatura em Letras Intensivo, com aulas no município de São Caetano.

O prefeito daquele município, Mauro Rodrigues Chagas (Macalé), esteve no Campus de Castanhal para assinar o Termo de Cooperação Acadêmica, juntamente com os secretários de Educação e de Finanças e vereadores.

“Esse era um sonho do povo Odivelense: ter um polo universitário. Essa parceria é muito importante para esse povo, que antes saía para ir estudar em Belém e em outros lugares. Agora, nós temos a possibilidade de oferecer cursos lá mesmo, em São Caetano. A gente só tem a ganhar com isso”, destacou o prefeito Macalé, que também falou da estrutura ofertada para o funcionamento da UFPA.

“Nós já tínhamos alguns cursos do Plano Nacional de Formação de Professores (PARFOR) funcionando numa escola pequena, mas nós ampliamos essa estrutura, colocamos condicionador de ar, temos laboratório com computadores e vamos providenciar o que mais estiver faltando para que a UFPA possa trazer mais cursos ainda.”

O Coordenador Acadêmico do Núcleo de São Caetano, professor José Guilherme, explicou como está se dando esse processo de implantação da UFPA naquele município.

“A ideia é trabalhar em duas perspectivas: a primeira, voltada para a formação em nível de graduação, com a criação do curso de Letras em São Caetano, que irá começar em 2019 e a segunda é voltada para a formação mais aberta, com encontros e palestras sobre o Enem e, no futuro, pretendemos levar uma especialização, além de outros cursos”.

Essa expansão da UFPA é fruto do processo de interiorização que já existe há décadas, como pontuou o professor José Guilherme.

“A história da UFPA nos mostra que desde a década de 70 ela tem se expandido para o interior, por uma necessidade muito óbvia, já que nós somos uma das regiões mais ricas do mundo e a universidade precisa buscar outros espaços para se firmar e para ser excelência para o nosso povo”.

O Coordenador do Campus de Castanhal, professor João Batista Santiago Ramos, também falou sobre a importância dessa expansão da universidade.

“A concretização desse Núcleo Universitário mostra que, mesmo num momento de crise, a universidade tem conseguindo crescer. E São Caetano só tem a ganhar com a oferta do curso de Letras e a provável oferta de outros cursos nos próximos anos, como Música e Sistemas de Informação. Tudo isso irá favorecer o crescimento dessa região, pois onde a universidade chega, ela abre portas, pontes e todos saem ganhando”.

Texto e fotos: Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal

 

Seminário vai abordar currículo na perspectiva da educação integral

No dia 23 de agosto, a Faculdade de Pedagogia da UFPA/Castanhal vai promover o I SEMINSC (Seminário sobre Currículo), com o objetivo de discutir questões teóricas e políticas de educação integral/tempo integral, a partir de palestras, mesa-redonda e socialização de resultados de pesquisas desenvolvidas por professores e alunos.

O evento faz parte das ações do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Currículo da Educação Básica, coordenado pelo professor Madison Ribeiro, docente que irá palestrar sobre a temática do currículo no SEMINSC. Além dele, também é palestrante na programação, a professora Ney Cristina Monteiro de Oliveira (NEB – Núcleo de Estudos Transdisciplinares em Educação Básica – UFPA).

Alunos de licenciatura da UFPA e de outras instituições, assim como professores, estão entre o público-alvo. Os interessados em participar, devem enviar nome, instituição e e-mail para o ZAP: 980473908 ou para o email: seminscufpa@hotmail.com.

Haverá certificado de 8h para quem participar de toda a programação, que vai das 8 às 12h e das 14 às 16h e será realizada no Auditório Nazaré Sá.

Para conferir a programação completa, clique aqui.

Texto: Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal

Projeto da Faculdade de Pedagogia seleciona bolsista de iniciação científica

Ser bolsista de iniciação científica é algo que coloca o aluno em contato com grupos/linhas de pesquisa, proporcionando a aprendizagem de técnicas e métodos científicos e também estimula o desenvolvimento do pensar cientificamente e da criatividade, sem esquecer-se da ajuda de custo que a bolsa proporciona.

A coordenadora do Projeto de Pesquisa “DESENVOLVIMENTOS NA AMAZÔNIA: GRANDES PROJETOS E POPULAÇÕES ATINGIDAS”, professora Ivana de Oliveira Gomes e Silva, está convocando alunos de graduação do Campus de Castanhal, interessados em obter uma experiência como bolsista de iniciação científica. Há uma vaga para bolsista remunerado e outras vagas para voluntários.

As inscrições devem ser realizadas até 04 de agosto. Os interessados devem enviar a documentação exigida no Edital para o e-mail: ivanaogsilv@gmail.com.

São pré-requisitos para participar da seleção: estar regularmente matriculado em curso de graduação a partir do 2° semestre letivo, não ter vínculo empregatício e nem receber bolsas de qualquer natureza, dedicar 20 horas semanais às atividades acadêmicas e de pesquisa, ser selecionado e indicado pelo orientador.

A seleção será realizada por meio de avaliação do histórico escolar, prova escrita (redação) sobre o tema do projeto de pesquisa e bibliografia disponibilizada no edital e análise da documentação apresentada.

Para mais informações, acesse o edital.

Texto: Igor Moura e Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal

 

 

Campus da UFPA em Castanhal celebra 40 anos de história

Em 1978 nascia o Campus da UFPA em Castanhal, com o objetivo de atender às demandas das zonas Bragantina, Guajarina e do Salgado do Estado do Pará, especialmente no que se refere à formação de professores em diversas áreas do conhecimento.

Para celebrar esses 40 anos de história, foi realizado nesta sexta, 29 de junho, um evento com a presença de vários personagens que construíram e constroem a trajetória da Universidade em Castanhal, como a primeira coordenadora do Campus, professora Nazaré Sá, que foi homenageada pela contribuição à UFPA, além de ex-alunas da turma pioneira de Pedagogia .

O evento também contou com a presença do reitor da UFPA, professor Emmanuel Tourinho, que destacou a importância da expansão da universidade.

“Onde a universidade pública chega, ela consegue transformar a realidade do local. Embora a universidade promova mudanças no campo da educação, ela não se limita a isso, uma vez que ela gera transformações na área cultural, na atenção à saúde, na criação de uma consciência sobre a importância da conservação ambiental. Contribui, ainda, para as políticas públicas, gera conhecimentos sobre a realidade local. E nós vemos a UFPA, Campus de Castanhal, gerando tudo isso para a cidade e para o seu entorno. É por isso que todos os atores desse processo estão de parabéns pelos 40 anos de história”.

Além do momento solene do evento, a programação dos 40 anos do Campus de Castanhal trouxe a exibição de um vídeo, fruto do projeto “Reescrevendo a História da UFPA/Castanhal por meio de documentário em audiovisual”, coordenado pelo professor Túlio da Faculdade de Pedagogia.

A parte cultural da festa contou com apresentação de um balé infantil, com crianças atendidas pelo projeto Castelo dos Sonhos, coordenado pelo professor Nazareno Abraçado; quadrilha junina; Sexteto da Escola de Música Mestre Odilon; desfile de miss; partilha do bolo de aniversário e vendas de comidas típicas.

Foi um evento plural, marcado, também, por homenagens e lembranças de uma história que se revela promissora e que tem gerado frutos muito significativos para o Nordeste paraense.

Para conferir mais fotos da programação de 40 anos da UFPA em Castanhal, clique aqui.

Texto e fotos: Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal