Home » Sem categoria

Category Archives: Sem categoria

Alunos de Pedagogia promovem Jornada de Filosofia

Coordenados pelo professor Paulo Lucas da Silva, alunos da turma de Pedagogia 2018.2 da UFPA/Castanhal vão realizar a Jornada de Filosofia, onde serão socializados os resultados da pesquisa de Epistemologia e Educação.

A pesquisa foi realizada durante as aulas da disciplina Filosofia da Educação II, ministrada pelo professor Paulo Lucas, que explica o objetivo do evento.

“Essa jornada vai ser a mostra daquilo que os alunos pesquisaram, por isso é um evento para valorizar a condição de alunos de graduação.”

Com o tema “Filosofia da Educação”, a programação vai  acontecer no dia 16 de outubro, das 8 às 12h, no Auditório Nazaré Sá. Os participantes terão direito a certificado.

Não haverá inscrições prévias. Os interessados em participar, bastam comparecerem no dia do evento.

 

Texto: Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal

Inscrições abertas para o Mestrado em Estudos Antrópicos na Amazônia

Nesta terça-feira, 25 de setembro, a Coordenação do Programa. Pós-Graduação em Estudos Antrópicos na Amazônia (PPGEAA) divulgou o edital para a seleção do curso de mestrado 2019.

As inscrições vão de 1º a 31 de outubro de 2018 e deverão ser realizadas, exclusivamente pela internet, no endereço http://www.ppgeaa.propesp.ufpa.br. Será cobrado o valor de R$ 70,00, mas os candidatos que comprovarem inscrição em programas sociais do Governo Federal poderão solicitar isenção da taxa.

Para esta seleção serão ofertadas 29 vagas, distribuídas em duas linhas de pesquisas, sendo 07 (sete) para a linha de pesquisa Ambientes, Saúde e Práticas Culturais e 22 (vinte e duas) para a linha de pesquisa Linguagens, Tecnologias e Saberes Culturais. Em atendimento aos preceitos inclusivos da UFPA serão destinadas 05 (cinco) para indígenas e quilombolas, conforme descrito no edital de seleção. Também haverá 02 (duas) vagas para o PADT – Programa de Apoio à Qualificação de Servidores Docentes e Técnico-Administrativos da UFPA.

Público-alvo – O Mestrado em Estudos Antrópicos na Amazônia é voltado a todos os portadores de diploma de nível superior (reconhecido pelo MEC), independentemente da área de formação. No caso de cursos de graduação realizados fora do país, o diploma deverá estar reconhecido por instituição governamental no país de realização do curso, bem como ter validade no território nacional brasileiro.

ESTUDOS ANTRÓPICOS NA AMAZÔNIA – Os estudos antrópicos têm por objetivo investigar e estudar realidades e modelos culturais e científicos em contato, propondo projetos e/ou ações relativos à compreensão da antropização em seus desdobramentos na sociobiodiversidade e na interação de saberes. “Como decorrência, os objetos privilegiados de estudo são realidades locais da Amazônia, em que a ação humana provoque ou sofra consequências de ordem construtiva ou destrutiva, estudos estes realizados em metodologias e epistemologias que privilegiem o intercultural e o interdisciplinar”, assegura o coordenador do Programa, Prof. José Guilherme Fernandes. Cada vez crescente enquanto resposta mais adequada aos problemas complexos da humanidade, o caráter de diálogo de saberes, sejam acadêmicos e/ou não-acadêmicos, é a base interdisciplinar do PPGEAA, sendo também sua área de avaliação na CAPES. Para mais informações sobre a seleção, acesse o site:

Consulte, também, o Edital.

Texto: Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal

II SIEPEX: prazo para submissão de trabalhos é prorrogado até esta quinta

As Comissões Coordenadora e Organizadora do II Simpósio de Ensino, Pesquisa e Extensão (SIEPEX) do Campus de Castanhal prorrogaram o prazo para submissão de trabalhos até as 17h do dia 11/10/2018. Com isso, outras datas do cronograma também foram alteradas. Clique aqui para conferir.

Podem submeter trabalhos ao evento, nas modalidades Comunicação Oral e Pôster, apenas técnicos, alunos e professores da UFPA/Castanhal. O site para submissão é www.siexcastanhal.com.br.

O SIEPEX 2018 vai ocorrer nos dias 30 e 31 de outubro e 1º de novembro. A programação congrega vários eventos ligados aos 8 cursos de graduação da UFPA/Castanhal, aos 4 programas de Pós-Graduação e aos 3 Programas de Residência Médica Veterinária: I Colóquio Mesorregional; I Seminário de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Matemática – PROFMAT; II Seminário de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Estudos Antrópicos na Amazônia – PPGEAA/UFPA; II Seminário sobre Formação Docente nas Licenciaturas; XII Seminário de Extensão do Programa Grupo de Educação na Terceira Idade – GETI/UFPA.

O evento é aberto a alunos e profissionais de qualquer instituição de ensino superior, seja pública ou privada e vai apresentar à comunidade os trabalhos produzidos por técnicos, professores e alunos da UFPA/Castanhal em diversas áreas de conhecimento.

Pelo novo cronograma, a inscrição para ouvintes deve ser realizada até 19 de outubro, no site.

Para mais informações sobre o evento, leia o Edital.

Texto: Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal

Alunos de Engenharia de Computação vão apresentar trabalhos em evento na UFPA/Castanhal

 

No dia 17 de outubro, das 9 às 12h no Auditório Nazaré Sá da UFPA/Castanhal, alunos do curso de Engenharia de Computação (turma 2017) vão apresentar trabalhos resultantes de um projeto prático, fruto da disciplina de Circuitos Elétricos, ministrada pelo Prof. Dr. Clenilson Rodrigues da Silveira, que explica a intenção da proposta.

“Esse evento é a última avaliação da disciplina. Trata-se de um trabalho de implementação prática de um projeto que achei que seria interessante que o máximo de alunos do curso de Engenharia de Computação pudesse presenciar. Isso será bom também para os calouros, para estimulá-los, e até para os alunos das demais faculdades do Campus”.

Vinte e três alunos, divididos em grupos apresentarão os seguintes trabalhos para a comunidade acadêmica: “Projeto de um Sistema Automático de Abastecimento de Água e Indicador de Nível de Caixa D’Água”.

Os presentes ao evento poderão participar na avaliação dos trabalhos dando notas, as quais serão usadas como parte da escolha do melhor trabalho e da nota final.

Texto: Paula Oliveira – Ascom UFPA/Castanhal

I Seminário Integrado de Ensino, Pesquisa e Extensão acontece nos dias 04 e 05 de outubro

Entende-se por integrar, fazer a composição, a complementação, a incorporação, compor um conjunto formando um todo coerente, interligar o geral e o particular, o global e o local, as partes e o todo. Nesse viés, terá palco, na Universidade Federal do Pará (UFPA), o I Seminário Integrado de Ensino, Pesquisa e Extensão (Siepe), que ocorre na primeira semana de outubro, com a apresentação de trabalhos da comunidade acadêmica que desenvolve atividades e pesquisas concluídas e vinculadas ao ensino, à pesquisa e à extensão.

Em Castanhal, o evento será realizado nos dias 04 e 05 de outubro, contemplando uma agenda comum entre os campi I e II.

O I Siepe da UFPA se constitui como um espaço de visibilidade e compartilhamento de conhecimentos, produtos e processos desenvolvidos no âmbito das principais interlocuções entre ensino-pesquisa-extensão, as quais se expressam nas seguintes ações:

XXIX Seminário de Iniciação Científica (Seminic) – O Seminário de Iniciação Científica é promovido pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da UFPA e está em sua 29ª Edição. Pela primeira vez, o evento será inserido no Siepe.

Seminário de Projetos Educacionais (Sepeduc/2018) – O Seminário de Projetos Educacionais (Sepeduc/2018) da UFPA é promovido pela Proeg, sendo parte integrante do I Siepe. Com a temática “Saberes Educacionais, Inovação e Qualidade: territórios de construção do ensino de graduação”, o Sepeduc/2018 objetiva promover debates e trocas de experiências sobre concepções e práticas educacionais pautadas na busca pela qualidade, inovação e por ‘saberes’ diferenciados desenvolvidos em meio aos processos de ensino e aprendizagem na graduação, como expressão de compromisso com a melhoria da educação superior, nos diversos espaços da UFPA.

XIX Jornada de Extensão – A programação da Pró-Reitoria de Extensão consistirá da apresentação dos Projetos de Extensão dos Programas Pibex, Navega Saberes, Eixo Transversal e Proexia-Emaús. A novidade nessa edição é que será assegurado o tempo de 20 minutos para a apresentação de cada projeto, contemplando a participação do coordenador e do discente, além de um tempo para o debate. A coordenação esclarece que todos os projetos, com bolsa, estão pré-inscritos. As declarações serão emitidas apenas para os membros responsáveis pela apresentação dos projetos.

Conferência de abertura em Castanhal – Toda a comunidade acadêmica está convidada a participar da conferência de abertura do I Siepe em Castanhal, que será realizada no dia 04 de outubro, às 8h, no Auditório do GETI, com a presença da Coordenação Geral do Campus e dos coordenadores de Pesquisa e Extensão. Em seguida, serão apresentadas as comunicações orais, de acordo com o cronograma disponível aqui.

Texto: Ascom UFPA/Belém, com adaptações da Ascom UFPA/Castanhal
Arte: Divulgação

 

UFPA perde o pesquisador Horacio Schneider

A comunidade científica amanheceu de luto nesta quinta-feira, dia 27 de setembro. O pesquisador e professor da Universidade Federal do Pará, Horacio Schneider faleceu aos 70 anos de idade. Ele estava em Fortaleza, onde fazia um tratamento e faleceu na madrugada de hoje. O traslado para Belém ocorrerá na madrugada desta sexta-feira, dia 28, e o velório será a partir das 9h, no Memorial Max Domini, localizado na Avenida José Bonifácio, 1550. A Reitoria da UFPA manifestou seu profundo pesar aos familiares e amigos e determinou luto oficial de três dias na Instituição.

Uma das mais expressivas lideranças acadêmicas e científicas da Amazônia e do País, o professor Horacio Schneider exerceu diversas funções na UFPA, incluindo as de reitor em exercício, vice-reitor, pró-reitor de Planejamento e diretor do Instituto de Estudos Costeiros do Campus de Bragança, sempre acumulando o respeito e o carinho de toda a comunidade. Na atual gestão, exerceu a função de pró-reitor de Relações Internacionais e colaborou com diversos projetos estruturantes para a UFPA.

“A Universidade Federal do Pará perdeu uma de suas maiores lideranças, um pesquisador de competência ímpar e uma pessoa inteligente, corajosa e com especial sensibilidade para os problemas do País. Gostava da ciência como gostava de poesia. Tinha a confiança de seus pares, porque olhava sempre para os interesses coletivos. Com os amigos, era sempre generoso e inspirador. Estamos todos muito tristes com esta perda irreparável”, declarou o reitor da UFPA, Emmanuel Tourinho.

A professora Jane Beltrão ressaltou o legado que Horácio deixa para a comunidade acadêmica. “Ele será lembrado sempre como cientista de boa cepa, importante para nós que compomos a UFPA, para a Amazônia e para o mundo. Comprometido com o progresso da ciência, importante por suas iniciativas, jamais esmorecia em momentos de dificuldade, fossem elas de ordem administrativas ou políticas”, declarou a professora Jane Beltrão.

O Diretório Central de Estudantes da UFPA lamentou a morte do pesquisador e, em nota, afirmou: “É uma perda incomensurável para a ciência no Brasil, mas temos em Horacio a inspiração para seguir lutando em defesa de um projeto de universidade que incentive a pesquisa e a extensão e abre fronteiras para meninos e meninas que tomam para si a mesma luta de Schneider. Nossas condolências aos amigos e familiares e um agradecimento profundo a Horacio Schneider por sua vida dedicada à ciência e à UFPA”.

A Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA) também decretou luto de três dias na instituição e, em nota, destacou a atuação de Schneider em defesa da educação, da ciência e da justiça social. “Sua trajetória acadêmica fica como exemplo de dedicação, empenho e profundo legado da UFPA para a ciência brasileira e internacional. No âmbito pessoal, perdemos uma pessoa amável e gentil”. O Instituto de Estudos Costeiros da UFPA Bragança, no qual o professor Horácio Schneider era lotado, também emitiu uma nota oficial lamentando a perda.

A direção geral do Núcleo de Teoria do Comportamento da UFPA prestou condolências aos familiares e amigos do professor. “Seja como docente de reconhecida competência, seja como pesquisador com publicações de relevância nacional e internacional, seja como vice-reitor por dois prolíferos mandatos, seja, ainda, como grande expoente da interiorização desta instituição, gostaríamos de reconhecer a importante contribuição para a comunidade acadêmica”.

Horacio Schneider nasceu no dia 15 de maio de 1948, na cidade de São Paulo (SP). Em Belém, graduou-se em Licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Pará (UFPA) e fez mestrado e doutorado em Genética e Biologia Molecular pelo Departamento de Genética na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e pós-doutorado pela Universidade de Stanford (EUA).

Bolsista de Produtividade em Pesquisa nível 1B do CNPq e professor titular do Instituto de Estudos Costeiros do Campus de Bragança da UFPA, formou várias gerações de pesquisadores e contribuiu para a formação de novos grupos de pesquisa em instituições da Amazônia.

O mais recente trabalho de Horacio Schneider foi a publicação da nova edição do livro Métodos de Análise Filogenética, lançada em março deste ano, pela Chiado Editora. Ao longo de sua carreira acadêmica, publicou mais de 150 artigos científicos em revistas de circulação nacional e internacional, vários capítulos de livros, três livros em editoras nacionais e um livro sobre Mangrove Dynamics and Management in North Brazil, publicado pela Springer Verlag. Sua área de pesquisa principal era ligada à Evolução de Vertebrados em Geral e dos Primatas do Novo Mundo em particular, usando abordagem molecular, assim como no estudo da Genética de Populações animais e métodos de análise filogenética.

Reconhecimento internacional – Horacio Schneider participou de várias sociedades científicas brasileiras e internacionais. Foi presidente da Sociedade Brasileira de Primatologia e presidente da Sociedade Brasileira de Genética, membro do comitê assessor do CNPq, vice-presidente da CTNBio, membro do Comitê Gestor do Programa Prosul e membro titular da Academia Brasileira de Ciências.

Também coordenou convênios de cooperação internacional como o do CNPq-Fundação Nacional de Ciências (NSF-USA), juntamente com Dr. Morris Goodman, da Universidade Estadual de Wayne (WSU-Detroit, Mi, USA); o Programa Instituto do Milênio do MCT/PADCT/CNPq e o Programa MADAM (Manejo e Dinâmica em Áreas de Manguezais) firmado entre Brasil e Alemanha.

Entre seus pares, recebeu diversas homenagens, incluindo a Comenda da Ordem do Mérito Científico Nacional e a Grã-Cruz da Ordem do Mérito Científico Nacional. Foi membro da Corpam, na qualidade de representante dos pesquisadores com notório saber sobre a Amazônia, e representante da comunidade científica Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama), além de titular do conselho do Pronabio e suplente do Conselho da Biomazônia.

Em 2016, quando permaneceu na função de reitor até a nomeação de uma nova gestão, em entrevista ao Jornal Beira do Rio, professor Horacio Schneider fez uma análise sobre a sua gestão. Confira aqui.

Texto: Assessoria de Comunicação da UFPA

Fotos: Alexandre de Moraes e Alexandre Yuri

Divulgado o edital do II Simpósio de Ensino, Pesquisa e Extensão do Campus de Castanhal

Difundir o conhecimento técnico-científico e cultural, as ações extensionistas, as práticas de monitoria e investigativas produzidas no âmbito dos projetos de pesquisa e extensão, produzidos pelos cursos de graduação e pós-graduação da UFPA em Castanhal é o principal objetivo do II Simpósio de Ensino, Pesquisa e Extensão (SIEPEX), que vai ocorrer nos dias 30 e 31 de outubro e 1º de novembro.

O SIEPEX 2018 congrega vários outros eventos ligados aos 8 cursos de graduação da UFPA/Castanhal, aos 4 programas de Pós-Graduação e aos 3 Programas de Residência Médica Veterinária: I Colóquio Mesorregional; I Seminário de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Matemática – PROFMAT; II Seminário de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Estudos Antrópicos na Amazônia – PPGEAA/UFPA; II Seminário sobre Formação Docente nas Licenciaturas; XII Seminário de Extensão do Programa Grupo de Educação na Terceira Idade – GETI/UFPA.

O evento é aberto a alunos e profissionais de qualquer instituição de ensino superior, seja pública ou privada e vai apresentar à comunidade os trabalhos produzidos por técnicos, professores e alunos da UFPA/Castanhal em diversas áreas de conhecimento.

As inscrições devem ser realizadas no período de 21 de setembro a 15 de outubro, pelo endereço: http://www.siexcastanhal.com.br. Após realizar o cadastro no site, o participante receberá um email para ativar a sua inscrição.

Para apresentação de trabalhos nas modalidades comunicação oral e pôster, somente serão admitidas inscrições de técnicos, alunos e professores da UFPA/Castanhal. Tais inscrições devem ser realizadas no período de 21 de setembro a 06 de outubro, no site do evento.

Alunos da UFPA/Castanhal, interessados em atuar na Comissão Acadêmica, podem realizar inscrição a parir de 24 de setembro. Além de receberem certificados especiais pela atuação na Comissão, os alunos darão apoio às atividades de recepção, credenciamento, frequência, logística, entrega de certificados, dentre outras.

Também é possível submeter, à comissão organizadora do SIEPEX, propostas de atividades Artístico-Culturais e propostas para comercialização de produtos alimentícios. Todas as normas estão disponíveis no edital do evento.

Serviço:
II Simpósio de Ensino, Pesquisa e Extensão do Campus de Castanhal
Período: 30/10, 31/10 e 01/11/2018
Inscrições de participantes: de 21/09 a 15/10
Submissão de trabalhos: de 21/09 a 06/10
Edital: Clique aqui.
Observação: Os modelos de resumo expandido e as sugestões para apresentação de pôster estarão disponíveis no site do evento, a partir do ato da inscrição.

Texto: Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal

 

 

UFPA oferta Curso de Especialização em Ensino de Ciências com Ênfase em Física

Estão abertas as inscrições para o curso de Especialização em Ensino de Ciências com Ênfase em Física, destinado a Graduados em Física, Ciências Naturais e/ou de outras áreas afins. São ofertadas 150 vagas, distribuídas para três campi da UFPA: Bragança, Abaetetuba (Polo Barcarena) e Castanhal.  Das 50 vagas disponíveis para cada campi, 35 são para pagantes e 15 para demanda social.

Vagas de demanda social são aquelas destinadas aos seguintes candidatos: servidores do quadro efetivo da Universidade Federal do Pará com formação em Física ou áreas afins; egressos de curso de graduação em Física ou áreas afins, que comprovem vulnerabilidade socioeconômica.

Das inscrições: As inscrições serão realizadas no período de 24 de setembro a 24 de outubro de 2018, de segunda à sexta-feira, nas secretarias das faculdades dos respectivos campi onde será ofertada a Especialização. Em Castanhal, os interessados devem procurar a secretária Fabiana, no horário das 9 às 15h.

Do processo seletivo: será realizado por meio da soma dos pontos da análise de currículo e da avaliação de carta de intenção de cada candidato, conforme descrito no edital.

O investimento do curso será de 13 (treze) parcelas de R$ 215,00 (duzentos e quinze reais), pagos mensalmente. Não haverá taxa de matrícula nem taxa de inscrição.

As aulas serão realizadas aos sábados, das 8 às 12h e das 14 às 18h, com previsão de início para o dia 10/11/2018.

Para mais informações sobre a Especialização, acesse o Edital.

Texto: Thiago Bertolino – Ascom UFPA/Castanhal

Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal divulga editais de seleção para mestrado e doutorado

O Programa de Pós-graduação em Ciência torna público que os editais que irão reger a seleção de candidatos aos cursos de mestrado e doutorado em Ciência Animal para a turma 2019.

De 17 a 28/09/2018 estará aberto o período de pré-inscrições. A confirmação da inscrição será presencial para ambos os cursos e se dará entre os dias 01 a 05/10/2018 para o mestrado e de 01 a 04/10/2018 para o doutorado.

As inscrições para este processo seletivo ocorrerão primeiramente “on line”, via SIGAA, no endereço www.posgraduacao.ufpa.br/cienciaanimal, e, posteriormente, confirmadas na Secretaria Acadêmica do Instituto de Medicina Veterinária da UFPA (Rodovia BR 316, Km 61 – acesso pela entrada do IFPA, Campus Castanhal).

Segundo os editais, serão ofertadas 15 vagas para o mestrado 14 vagas para o Doutorado.

O Processo de Seleção para a turma de doutorado constará da análise do Projeto de Tese escrito, apresentação e defesa do Projeto de Tese e da análise do Curriculum Vitae. Já para a turma de Mestrado, as etapas são: prova de conhecimento específico relacionada à área de desenvolvimento de pesquisa de opção do candidato e análise do Curriculum Vitae.

Os candidatos aprovados deverão realizar a matrícula no período de 25/02 a 01/03/2019, tanto para o mestrado quanto para o doutorado.

Para consultar as áreas temáticas e os orientadores disponíveis, conferir quais os conteúdos da prova escrita, os anexos e para outras informações sobre o processo seletivo, consulte os Editais abaixo.

– Edital Mestrado

– Edital Doutorado

Texto: Tiago Ferreira e Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal
Imagem: Divulgação

Assistência Estudantil promove evento em alusão ao Dia Mundial da Saúde Mental

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a depressão é uma das doenças que mais cresce no mundo. Ela afeta 4,4% da população mundial e 5,8% dos brasileiros. Ainda segundo a OMS, o Brasil é o país com maior prevalência de ansiedade no mundo: 9,3%.

O assunto é tão sério, que setembro foi o mês de uma forte campanha contra o suicídio. Agora em outubro, no dia 10, temos o Dia Mundial da Saúde Mental. Essas datas existem para que se ampliem os debates sobre o tema.

E foi pensando em discutir questões ligadas à saúde mental, que a equipe da Divisão de Assistência e Integração Estudantil (DAEST) do Campus da UFPA em Castanhal organizou o evento “Razões para Viver”, que vai ocorrer no dia 10 de outubro, das 9 às 12h, no Auditório do GETI e que contará com a presença da psicóloga Danielle Christo.

Jucélia Flexa, psicóloga que integra a equipe da DAEST em Castanhal, fala da importância dessa temática na universidade.

“Precisamos conversar, conhecer mais e discutir sobre saúde mental. Nossos jovens vêm buscando, cada vez mais, escuta e apoio e é fundamental estarmos juntos, empáticos nessa problemática”.

O evento também contará com uma apresentação encenada pelo Grupo Teatral Coletivo de Arte da Escola de Dança da UFPA.

“Na verdade são dois eventos se encontrando: a palestra sobre saúde mental e o lançamento do projeto Maré D’arte, que busca incentivar a questão da arte aqui no Campus e fomentar a discussão a respeito das produções artísticas realizadas pela UFPA”, esclareceu o professor Marcos André Cunha, coordenador do Grupo de Estudo das Identidades e Subjetividades Paraense (GEDISPA), vinculado à Faculdade de Letras do Campus de Castanhal.

Para participar do evento, que é voltado para a comunidade acadêmica da UFPA/Castanhal, os interessados não precisam realizar inscrição. Todos os participantes receberão certificado de 4h.

Texto: Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal
Arte: Divulgação