Home » Articles posted by Paula Lopes (Page 3)

Author Archives: Paula Lopes

Campus da UFPA/Castanhal recebe V Seminário de Combate ao Fechamento de Escolas do Campo, Indígenas e Quilombolas

O Campus da UFPA em Castanhal vai receber, no dia 08 de abril, o V Seminário de Combate ao Fechamento de Escolas no Campo, Indígenas e Quilombolas. O evento ocorrerá das 08h às 12h, no Ginásio de Esportes e será realizado pelo Fórum Paraense de Educação do Campo – FPEC e pelos Fóruns Regionais de Educação do Campo, em parceria com a Universidade Federal do Pará – UFPA e a Promotoria de Justiça da 1ª Região Agrária do Ministério Público Estadual.

Números – No Brasil: 151.785 escolas foram extintas entre 2000 e 2021. 5.553 escolas só no ano de 2021 e 104.385 foram fechadas nos territórios rurais. No Estado do Pará: 8.268 escolas foram extintas entre 2000 e 2021. 86 escolas só no ano de 2021 e 6.809 foram fechadas nos territórios rurais.

Tal realidade se agravou muito mais com a Pandemia do Covid-19, e o Fórum Paraense com os Fóruns Regionais e Municipais de Educação do Campo têm, recorrentemente, chamado a atenção para a situação de precarização das escolas nos territórios do campo, indígenas e quilombolas, o que constitui um condicionante para a realização das atividades escolares.

O Fórum Paraense de Educação do Campo tem denunciado todas as situações que violam os direitos dos povos do campo, indígenas, quilombolas e extrativistas e conclamado a sociedade paraense a se mobilizar contra o fechamento e a precarização das escolas nos territórios desses povos. Para isso, conta com o apoio da Frente em Defesa da Educação Pública da Assembleia Legislativa do Estado, da Comissão de Educação da Ordem dos Advogados do Brasil – Sessão Pará, do Ministério Público do Estado e Federal e da Defensoria Pública do Estado.

Inscrições – Os interessados em participar do evento, podem realizar inscrição aqui.

Texto: Ascom UFPA/Castanhal, com informações do Fórum Paraense de Educação do Campo

Arte: Divulgação do evento

 

Cursinho Pré-Enem Logos abre seleção para bolsista

Estão abertas as inscrições para alunos interessados em atuar como bolsista de extensão do Projeto Cursinho Pré-Enem Logos, coordenado pela Profa. Dra. Patrícia Oliveira.

O projeto tem como objetivo oferecer atividades educacionais direcionadas a pessoas em situação de vulnerabilidade social, residentes no bairro Jaderlândia e adjacências, que necessitam se preparar para o ingresso ao Ensino Superior.

Inscrições – Os interessados em participar do processo seletivo devem encaminhar histórico escolar, carta de interesse (apresentando as razões e os objetivos que o motivam a ser bolsista de extensão no projeto a que se refere o presente edital) e contato telefônico para o endereço eletrônico: logosufpa22@gmail.com, até as 20h do dia 06 de abril.

Pré-requisitos – Estar regularmente matriculado, entre o 2º e o 9º semestre, em qualquer curso de graduação da UFPA/Campus Universitário de Castanhal; ter disponibilidade de 20h semanais no período noturno, pois as atividades do cursinho acontecem das 18h às 21h40, de segunda a sexta; não ser bolsista em outro projeto; possuir conta corrente em banco físico em seu nome e não integrar família cuja renda per capita seja superior a um salário-mínimo e meio, conforme o disposto no art. 5º do Decreto nº. 7.234/2010.

Atividades do bolsista – Assessorar nas atividades administrativas e pedagógicas desenvolvidas no projeto, dentre elas: organizar documentos; auxiliar nas demandas apresentadas pelos professores, no decorrer das aulas, durante a semana; assessorar as reuniões e demais ações desenvolvidas no projeto.

Os candidatos selecionados na análise documental serão entrevistados no dia 07 de abril de 2022. As orientações sobre a entrevista serão enviadas por e-mail.

Para mais informações, consulte o edital.

Texto: Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal
Arte: Ana Lima – Ascom UFPA/Castanhal

Inscrições abertas para bolsistas de extensão de projetos da Faculdade de Pedagogia

O Edital PIBEX 01/2022, da Pró-Reitoria de Extensão da UFPA, concede aos projetos selecionados uma bolsa no valor de R$ 400,00 para que estudantes possam atuar no período de abril de 2022 a março de 2023, cumprindo carga horária de 20h semanais.

O Projeto Pedagógico de todo curso exige que o aluno apresente, no mínimo, 10% de atividades de extensão referente à carga horária total da graduação. Nesse contexto, as bolsas oferecidas pelo Edital PIBEX funcionam como um apoio à formação acadêmica e proporcionam uma vivência extensionista integradora.

Docentes da Faculdade de Pedagogia estão com inscrições abertas para seleção de bolsistas e voluntários em dois projetos de extensão: “Alfabetização Ambiental na Amazônia”, coordenado pela professora Ivana Silva e “Medicalização da educação e processos de subjetivação”, coordenado pela professora Geise Gomes.

Pré-Requisitos – Podem ser candidatos às vagas de bolsista e/ou voluntário, alunos da Faculdade de Pedagogia, em situação de vulnerabilidade, matriculados entre o 5º e o 9º semestre e que não possuam vínculo empregatício nem sejam bolsistas em outros projetos de extensão ou pesquisa. Também é necessário dispor de 20h semanais para se dedicar às atividades da bolsa.

Os interessados têm até o dia 06 de abril para enviar, por e-mail, histórico escolar, carta em que justificam o seu interesse no projeto para o qual estão pleiteando vaga e contato telefônico. A seleção compreenderá a análise da documentação enviada por e entrevista, que será realizada no dia 07 de abril.

Para mais informações sobre as seleções, consulte os editais:

Alfabetização Ambiental na Amazônia
Medicalização da educação e processos de subjetivação

Texto: Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal
Arte: Luís Otávio – Ascom UFPA/Castanhal

Programa de Pós-Graduação em Estudos Antrópicos prepara recepção para alunos da turma 2022

No dia 06 de abril inicia-se uma nova etapa para quem foi aprovado no processo seletivo 2022 para a turma de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Estudos Antrópicos na Amazônia do Campus de Castanhal. Os mais novos alunos do PPGEAA deverão participar da orientação acadêmica e da aula inaugural, que acontecerão na sede do Programa.

Todos os mestrandos (inclusive das demais turmas) e o corpo docente do PPGEAA estão convidados para participar desse momento de interação entre a universidade e a sociedade. Demais membros da comunidade acadêmica, interessados na temática, também podem prestigiar o evento.

A programação contará com aula magna, ministrada pelo prof. Dr. Francisco Plácido Magalhães (IMV/UFPA), além da apresentação do PPGEAA e dos seus grupos de pesquisa.

Serviço:
Programação de Acolhimento à turma 2022 do Mestrado em Estudos Antrópicos na Amazônia
Período: 06/04 (das 8 às 12h e das 14 às 18h) e 08/04 (das 8 às 12h)
Local: Sede do PPGEAA (Rua Maximino Porpino, 1000, Pirapora, Castanhal/Pa)

Texto: Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal
Arte: Luís Otávio da Silva – Ascom UFPA/Castanhal

Professora da Faculdade de Pedagogia da UFPA/Castanhal lança e-book para ensino de frações de forma lúdica  

Está disponível para download, no site da editora da Associação Nacional dos Professores de Matemática da Educação Básica (ANPMat), o e-book “DIVIDIR E BRINCAR COM PAPEL: a dobradura no ensino de frações”, de autoria da professora Débora Alfaia da Cunha, da Faculdade de Pedagogia da UFPA/Castanhal, com as ilustrações da artista visual Suzana Alfaia.

A professora Débora alfaia da Cunha coordena o projeto de extensão Educação e Ludicidade Africana e Afro-brasileira (LAAB) e já publicou diversos e-books sobre a temática lúdica e o ensino de diferentes conteúdos curriculares, articulados com a educação das relações etnicorraciais. Ela fala sobre a proposta desse último e-book.

“A obra é mais um esforço em prol de uma educação viva e para a vida, para uma ação pedagógica comprometida com o respeito à diversidade e ao exercício da UBUNTU, como exercício de nossa humanidade. O que é mais humano do que partilhar felicidade? De estar alegre pela alegria expressa nos olhos de nossos alunos? De fazer da sala de aula um encontro feliz para todos e todas, com respeito e valorização de suas diferenças?”, interroga a docente.

O livro objetiva propor a exploração da folha de papel para a introdução e o desenvolvimento dos estudos de fração nos anos iniciais, em particular no 4°, 5° e  6° anos do ensino fundamental, aliando uma prática cultural lúdica, que mobiliza memórias afetivas diversas e com forte apelo cultural, buscando o letramento matemático.

Para baixar gratuitamente o ebook, clique aqui.

Texto e imagem: Divulgação

Discentes da UFPA/Castanhal que residem em outros municípios poderão solicitar 1ª via da carteira de meia passagem intermunicipal

Discentes da UFPA/Castanhal que residem em outros municípios poderão solicitar 1ª via da carteira de meia passagem intermunicipal

No período de 04 de abril a 31 de maio, os discentes de graduação e pós-graduação da UFPA, Campus de Castanhal, que residem em outros municípios, poderão solicitar a primeira via da carteira de meia passagem intermunicipal.

Documentos necessários – Os alunos interessados devem apresentar os seguintes documentos para o cadastramento: duas fotos 3×4 com fundo branco, declaração de vínculo e original e cópia do comprovante de residência atualizado (água, energia ou telefone) no nome do aluno ou de seus responsáveis (para quem não possui comprovante em seu nome, basta apresentar contrato de aluguel ou declaração de residência reconhecida em cartório), carteira de identidade (RG) e Cadastro de Pessoa Física (CPF), além do requerimento preenchido (clique aqui para acessar). É possível obter uma cópia do requerimento nas duas reprografias do Campus.

A documentação deve ser entregue à Coordenadoria Acadêmica (Prédio Administrativo – Altos), no horário das 8 às 13h e das 14 às 17h.

Prorrogação da validade – O prazo de validade da carteira intermunicipal foi prorrogado por tempo indeterminado. Discentes com carteira vencida em outubro de 2021 precisarão apresentar, no momento de comprar a passagem, declaração de vínculo com a universidade. Para quem estiver com a carteira expirada em março de 2022 não será exigida a apresentação da declaração.

Para mais informações, o aluno pode entrar com a Comissão Gestora Tripartite da Meia Passagem pelo telefone:  3246.7820 ou pelo call Center da Arcon no número 08000911717.

Texto: Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal

 

 

Programa Universidade no Quilombo prorroga inscrições para seleção de monitores/bolsistas

O Grupo de Estudos Sociedade, Cultura e Educação – GESCEd, juntamente com o Programa de Extensão e Pesquisa “UNIVERSIDADE NO QUILOMBO: exercício de responsabilidade, recriação e re-significação do ambiente (NEAB)”, prorrogaram, até as 16h do dia 04 de abril, as inscrições para o preenchimento de 02 (duas) vagas imediatas para monitores/as – bolsistas e voluntários para a 1ª Edição do PROJETO PEDAGOGIA NO QUILOMBO – PPQ: prática, interação e intervenção metodológica no ensino-aprendizado.

O Projeto tem a finalidade de desenvolver e apoiar ações de assistência estudantil aos discentes de graduação presencial em situação de vulnerabilidade socioeconômica, visando a permanência e a conclusão da graduação, considerando a diversidade étnico-racial, de gênero, de orientação sexual e diversidade cultural dos(as) discentes de graduação.

Requisitos – Podem participar da seleção discentes do Campus de Castanhal-UFPA que preencham, cumulativamente, as seguintes condições: estar cursando a primeira graduação, prioritariamente; estar regularmente matriculado (a) e frequente em curso de graduação presencial da UFPA; comprove renda familiar per capita de até 1,5 (um e meio) salário mínimo vigente. Não poderão participar discentes: de cursos de graduação a distância, PARFOR, FORMAPARÁ e outros de mesma natureza; que estejam com pendências de prestação de contas com a SAEST, a exemplo dos auxílios: Creche, Kit Acadêmico, Kit PcD, PROLÍNGUAS e Apoio à Viagem Acadêmica (AVA), Auxílio Moradia e Auxílio Emergencial de Apoio a Inclusão Digital c), bem como ao SCDP/UFP (diárias/passagens).

Bolsa – Os selecionados receberão o valor de R$ 500,00 (quinhentos reais) mensais por um período máximo de 12 meses. A concessão de bolsa priorizará o(a) discente em situação de vulnerabilidade socioeconômica (refere-se à situação socioeconômica de pessoas ou grupos de pessoas com poucos recursos financeiros, de moradia, educação e acesso a oportunidades para seu desenvolvimento enquanto cidadão) e de risco social (refere-se ao indivíduo que deixa de ter condições de usufruir dos mesmos direitos e deveres dos outros, por contextos repentinos diversos, e que lhe gere, por consequência, um dano econômico).

Inscrições – Os discentes interessados devem enviar a ficha de inscrição devidamente preenchida para o e-mail universidadenoquilombo@gmail.com, com cópia para amaral12j@hotmail.com, até as 16h do dia 04 de abril de 2022.

Para mais informações sobre a seleção, leia o edital de prorrogação.

Texto: Ana Lima – Ascom UFPA/Castanhal

Instituto de Medicina Veterinária vai realizar processo eleitoral para cargos de direção

Nos dias 25 e 26 de abril, a comunidade acadêmica do Instituto de Medicina Veterinária (IMV) da UFPA/Castanhal irá eleger os gestores que ocuparão o cargo de Diretor Geral e Diretor Adjunto durante o quadriênio 2022-2026.

Eleitores – De acordo com o Regimento Eleitoral, a eleição será realizada por meio do Sistema On-line SIG-Eleição e poderão votar os servidores docentes vinculados ao IMV e membros do Conselho da Faculdade de Medicina Veterinária do IMV, os servidores técnico-administrativos lotados no Campus de Castanhal e que estejam atuando no IMV no período da consulta, os discentes matriculados nas Subunidades Acadêmicas pertencentes ao IMV, os médicos veterinários devidamente matriculados nos programas de residência do Hospital Veterinário do IMV e os servidores legalmente afastados da Instituição por motivo de licença para tratamento de saúde, licença maternidade, licença prêmio, acompanhamento de cônjuge e qualificação profissional.

Chapas – As inscrições de chapas devem ser realizadas a partir de 00h00 do dia 28 de março até as 23h59 do dia 11 abril de 2022. Os interessados precisam enviar, para o e-mail imv@ufpa.br, ofício (conforme modelo disponível aqui) com os nomes completos dos candidatos(as) a Diretor(a)-Geral e Diretor(a)-Adjunto(a), além dos seguintes documentos: cópia da carteira de identidade, cópia de foto 3×4 recente, comprovante de vínculo com a Instituição e de cumprimento com os requisitos do art. 7º do Regimento Eleitoral (Resolução n. 02/2022 – IMV, de 25.03.2022).

Podem se candidatar aos cargos de Diretor(a) Geral e Diretor(a) Adjunto, docentes vinculados ao IMV, pertencentes ao quadro de pessoal ativo do Instituto.

 

Serviços:
Inscrições de chapas para a Eleição do IMV

Período: de 28 de março a 11 de abril
E-mail: imv@ufpa.br
Modelo de ofício: clique aqui.

Eleição para a Direção do IMV
Data: 25 e 26 de abril de 2022
Mais informações: leia o Edital e o Regimento Eleitoral

Texto: Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal

 

Grupo de Estudos da Faculdade de Educação Física pesquisa sobre as contribuições da caminhada nórdica para pacientes com doença de Parkinson

Você já ouviu falar em caminhada nórdica? Trata-se de um esporte parecido com o esqui, mas sem os esquis. Os praticantes usam apenas bastões especificamente projetados. A modalidade surgiu na Finlândia, quando, para não deixarem de treinar nos meses mais quentes do ano, os esquiadores passaram a utilizar seus bastões para fazer trilhas nas montanhas.

Ao conhecer a caminhada nórdica por meio de seu orientador na época em que cursava o mestrado em Ciências do Movimento Humano, no ano de 2012, na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, a professora Elren Passos Monteiro, da Faculdade de Educação Física da UFPA/Castanhal, teve a ideia de investigar os benefícios do esporte para pessoas com Doença de Parkinson.

A professora passou a acompanhar 33 pessoas com mais de 50 anos e que tinham o diagnóstico de Doença de Parkinson. Dessas, 17 foram submetidas a um programa de caminhada tradicional e 16, ao programa de caminhada nórdica. Após os testes iniciais, os participantes foram acompanhados por nove semanas. As três primeiras foram reservadas para a familiarização dos voluntários, com a aplicação de técnicas de correção da marcha, fortalecimento do abdômen, coordenação motora, postura e equilíbrio, e, para o grupo da caminhada nórdica, foi introduzida a técnica da utilização dos bastões.

As seis semanas seguintes foram dedicadas aos programas de caminhada. Com dois treinos por semana, os participantes foram divididos em turmas de até seis pessoas e submetidos a exercícios individualizados, cada aluno com um monitor que passava um treino personalizado, de acordo com as condições físicas do voluntário. As atividades tiveram a duração inicial de 35 minutos diários e aumentaram aos poucos, totalizando 50 minutos nos últimos encontros.

Entre os fatores avaliados, estão os sintomas motores, o equilíbrio corporal, a mobilidade funcional, a velocidade da caminhada, a função cognitiva, os sintomas depressivos e a qualidade de vida. De modo geral, foram observadas melhoras nos dois grupos. A caminhada nórdica, entretanto, mostrou-se mais eficaz para quase todos os parâmetros avaliados. A velocidade de marcha foi maior para esse grupo, assim como o equilíbrio, o controle motor e a mobilidade funcional, apresentando um menor risco de quedas quando comparada à caminhada tradicional. A avaliação cognitiva e os valores da Escala Unificada de Avaliação da Doença de Parkinson também tiveram melhores resultados após o uso dos bastões. Outro dado que chama a atenção é a redução dos episódios de freezing – um dos sintomas observados em casos mais avançados da doença, que consiste no “congelamento” da caminhada, na inabilidade de se mover temporariamente. Os bastões são capazes de reverter instantaneamente o fenômeno.

A pesquisa da professora Elren Passos foi continuada durante o doutoramento pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde da Universidade Federal de Porto Alegre e, agora, será aplicada no Campus da UFPA em Castanhal para pacientes com Parkinson, a partir dos 45 anos e idosos, a partir dos 60 anos, que não apresentem a doença e que não estejam praticando atividade física.

“O projeto resgata não apenas parâmetros clínicos e funcionais, mas de autoestima. Por isso, eu quero convidar homens e mulheres para participarem e receberem os benefícios da caminhada nórdica. É importante que as pessoas com Parkinson, interessadas em se inscrever no projeto, estejam fazendo a medicação para tratamento, apresentem laudo médico que ateste a doença e estejam liberadas para a prática de exercício físico”, explica a professora Elren Passos.

Para se inscrever, basta comparecer à sala de lutas do Ginásio de Esportes da UFPA/Castanhal, no bairro Jaderlândia, de segunda a sexta, das 8 às 12h e das 14 às 17h, até o dia 18 de abril. Para mais informações, basta entrar em contato pelo direct do instagram @pendulum.ufpa ou enviar mensagem para o whatsapp da coordenadora da pesquisa pelo número 9.8480-1027.

Texto: Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal, com informações do portal da UFRGS
Fotos: Arquivo do Grupo de Pesquisa Locomotion – Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança da UFRGS

Projeto da Faculdade de Educação Física abre inscrições para seleção de bolsista

Estão abertas, até 31 de março, as inscrições para alunos interessados em atuar como bolsista/monitor do Projeto “Jogo e Ludicidade na formação de educadores – criatividade nos festivais de jogos populares”, coordenado pela professora Dra. Renata Vivi Cordeiro e pelo professor Dr. Marcelo “Russo” Ferreira.

O projeto visa promover a prática (experiência e experimento) de monitoria acadêmica do ensino superior em seus elementos elaborativos (planejamento), executivos (o trabalho pedagógico) e avaliativos (as metas construídas e os desafios registrados) e suas relações com a pesquisa e a extensão (produção científica).

Inscrições – Os interessados em participar do processo seletivo deverão preencher o formulário de inscrição até as 23h59 do dia 31 de março de 2022. Será necessário informar alguns dados e responder a uma questão sobre a motivação para participar do projeto.

Pré-requisitos – Para concorrer à vaga de bolsista de monitoria, o(a) discente precisa estar regulamente matriculado no curso de Educação Física da UFPA Castanhal, já ter cursado e sido aprovado nas disciplinas Jogo e Ludicidade e Bases Filosóficas da Educação Física, não ser bolsista em outro projeto de ensino, pesquisa e/ou extensão da UFPA e ter disponibilidade de 20 horas semanais, especialmente nas terças-feiras pela manhã (dia e turno das aulas da disciplina Jogos e Ludicidade).

Os inscritos serão entrevistados nos dias 4 e 5 de abril de 2022, de forma presencial, em local indicado pela banca.

Para mais informações, consulte o edital.

Texto: Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal