Comissão do Mec avalia curso de Engenharia da Computação do Campus de Castanhal – Universidade Federal do Pará – Campus Castanhal

Home » Sem categoria » Comissão do Mec avalia curso de Engenharia da Computação do Campus de Castanhal

Comissão do Mec avalia curso de Engenharia da Computação do Campus de Castanhal

Entre os dias 19 e 20 de abril, especialistas designados pelo Ministério da Educação (Mec) visitam o Campus da UFPA de Castanhal para avaliar o curso de Engenharia da Computação.

“Por meio do processo de avaliação realizada pelo Mec, a Instituição tem a oportunidade de receber opiniões de avaliadores externos que podem contribuir com as condições dos nossos cursos ofertados. Isso é muito importante no processo, pois dessa forma identificamos as fragilidades,  seja do corpo docente, seja da infraestrutura e, até mesmo, da organização didático-pedagógica. Com isso, podemos ir fazendo os ajustes necessários para o melhoramento dos cursos”, destaca a professora Maria Lúcia Harada, presidente da Comissão Própria de Avaliação da UFPA.

As avaliações periódicas do Ministério da Educação (Mec) são responsáveis pela regulamentação dos cursos de graduação em atividades no Brasil. A instituição que é avaliada, fiscalizada e orientada dentro dos padrões de qualidade necessários à excelência do ensino superior, garante ao discente um ensino de qualidade, segurança e validade do diploma em todo território nacional e preparação acentuada para maior aceitação no mercado de trabalho.

De acordo com o vice-diretor da Faculdade de Computação, professor José Jailton, o curso de Engenharia da Computação começou em 2013 no Campus de Castanhal. A primeira turma irá se formar agora em 2018 e a avaliação do Mec visa o reconhecimento do curso. O professor também fala da expectativa em relação ao conceito que os avaliadores irão atribuir.

“O conceito deverá ser satisfatório, pois nós temos uma boa estrutura e, recentemente, conseguimos muitos equipamentos, além de estarmos prestes a inaugurar o prédio da Faculdade, o que deve acontecer em junho desse ano.”

Um dos avaliadores do Mec, professora Cristiane Mashuda (Grupo Kroton), ressalta que a avaliação contempla três dimensões: acadêmica, documental e infraestrutura. Ela também fala sobre a divulgação do conceito.

“O resultado informal demora, no máximo, cinco dias úteis, mas o resultado final requer um prazo maior e é divulgado no Diário Oficial da União.”

O segundo avaliador, professor Sérgio de Oliveira (Universidade Federal São João Del Rei – MG), destaca a importância do parecer do Mec para cursos de graduação.

“A avaliação é para garantir a qualidade do curso, sabendo que a instituição está sempre prezando pela qualidade em todos os aspectos.”

Além da divulgação no Diário Oficial, o conceito atribuído pelos especialistas também é disponibilizado no site do INEP, que é o canal do Ministério da Educação para esse tipo de comunicação.

 Texto e fotos: Paula Lopes e Elluane Oliveira – Ascom UFPA/Castanhal