Home » Matemática » Consepe aprova resolução que aprova o novo Projeto Pedagógico do Curso de Matemática

Consepe aprova resolução que aprova o novo Projeto Pedagógico do Curso de Matemática


O Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade Federal do Pará promulgou, no dia 17 de maio de 2018, a Resolução 5.044, que aprova o novo Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Matemática do Campus de Castanhal.

A finalidade de um projeto pedagógico é informar os principais parâmetros para a ação educativa. Além disso, o PPC é um dos documentos analisados pelo Ministério da Educação (MEC) para o reconhecimento dos cursos de graduação, representando uma medida necessária para a emissão de diplomas.

A criação do PPC de Matemática visa à qualificação do professor de Matemática, como agente transformador e provocador de mudanças nos contextos local e global, privilegiando a pluralidade de conhecimentos teóricos e práticos que servirão de base para o desenvolvimento do exercício profissional.

Por isso, no PCC é possível encontrar os eixos de formação: eixo de conteúdos matemáticos, eixo de conteúdos pedagógicos e eixo de formação prática, estágio e atividade complementar. O documento também traz informações sobre as atividades curriculares por competência e o desenho curricular.

Com esses elementos, o curso de Licenciatura em Matemática assegura, no perfil do egresso, uma sólida formação geral e humanística que o capacite a atuar como docente nos Níveis Fundamental e Médio do Ensino Básico, bem como na modalidade EJA, com adequada formação acadêmica.

A professora Maria Lídia Paula Ledoux, que fez parte do Núcleo de Desenvolvimento Estruturante, formado por docentes que atuaram na construção do PPC do curso de Matemática, faz uma análise do processo de elaboração do documento.

“(…) grandes foram as dificuldades surgidas para sua consolidação. Essas dificuldades nos permitiram vivenciar uma experiência que trouxe, a cada um de nós, o amadurecimento necessário para assumirmos o comprometimento de formar professores de Matemática para desempenharem seu exercício profissional, no atendimento a uma sociedade que permanece em constante busca de saberes.”

Essa fala faz parte de uma carta escrita pela professora Paula Ledoux, que compartilha um pouco da história e dos desafios de se elaborar um projeto que colabore com o cumprimento da função social da universidade. Para ler a carta na íntegra, clique aqui.

Texto: Elluane Oliveira e Paula Lopes – Ascom UFPA Castanhal